Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Atleta cubano que desertou no Pan do Rio vai para Miami

O boxeador cubano Guillermo Rigondeaux, que desertou durante os Jogos Pan-Americanos de 2007, no Rio de Janeiro, foi para Miami, segundo a imprensa americana.

O atleta foi afastado do esporte após o incidente no Rio e já se encontra na cidade americana com seus companheiros de equipe Yuriorkis Gamboa, Erislandy Lara e Odlanier Solís, segundo o jornal “El Nuevo Herald”.

O pugilista de 27 anos, campeão mundial e olímpico, retomará sua carreira após cumprir todos os requisitos obrigatórios, segundo um porta-voz da empresa alemã Arena Box Promotion, que representa Gamboa, Lara e Solís.

“Queremos que Rigondeaux faça parte da Arena Box e vamos dar todo o apoio para que cumpra seu sonho de ser campeão mundial profissional”, disse.

Em 2007, Rigondeaux e o lutador Erislandy Lara abandonaram a delegação do país durante a disputa do Pan. Eles foram presos cerca de um mês depois em Cabo Frio, na Região dos Lagos do estado.

Outro caso envolvendo deserções de atletas cubanos foi em março de 2008, quando cinco jogadores da seleção de futebol masculina que disputavam o Pré-Olímpico da Concacaf ficaram nos Estados Unidos.

A situação foi humilhante para a equipe, que entrou em campo com dez jogadores e sem reservas na última partida, uma derrota de 2 a 0 para Honduras.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA