fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Arlete Sampaio critica Bolsonaro e pede preservação do Parque Nacional

Para Arlete o parque precisa ser preservado pela sua “importância histórica, afetiva e ambiental”

João Carlos Magalhães Teles

Publicado

em

PUBLICIDADE

Nesta terça-feira (11), em sessão extraordinária, a Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) discutiu a respeito da possibilidade de privatização do Parque Nacional de Brasília. 

A deputada Arlete Sampaio (PT) protestou contra o processo autorizado pelo presidente Jair Bolsonaro em decreto publicado ontem (10) no Diário Oficial da União. Para Arlete, o governador do DF, Ibaneis Rocha, precisa negociar com o presidente a transferência do Parque Nacional de Brasília para o DF.

Para Arlete o parque precisa ser preservado pela sua “importância histórica, afetiva e ambiental”. De acordo com o líder do governo na CLDF, deputado Claudio Abrantes (PDT), o Parque Nacional, conhecido pela população do DF como “água mineral”, é um patrimônio do DF. 

Ela defendeu a preservação do parque pela sua “importância histórica, afetiva e ambiental”. Para o líder do governo na CLDF, deputado Claudio Abrantes (PDT), o Parque Nacional é um patrimônio da população do Distrito Federal.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade