fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Animais silvestres ameaçados são recuperados pela polícia

Aves estavam em uma casa em Sobradinho. Segundo a Polícia Civil, tráfico de animais silvestres está entre as atividades ilícitas mais lucrativas do Brasil

Willian Matos

Publicado

em

Foto: Divulgação/PCDF
PUBLICIDADE

Willian Matos
redacao@grupojbr.com

A Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente e a Ordem Urbanística (Dema), da Polícia Civil do DF, deflagrou a Operação Amazona na última quinta-feira (25/7). A ação, que visa combater o tráfico de animais silvestres, recuperou cinco papagaios-verdadeiros (Amazona aestiva) em uma casa em Sobradinho.

Um homem de 50 anos estava na casa no momento da ação. Ele foi levado para a delegacia, assinou um termo de comparecimento e foi liberado. As investigações do Dema, no entanto, continuam.

A corporação afirma que o Centro-Oeste tem se tornado rota do tráfico de animais silvestres, principalmente a partir do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Os traficantes abastecem, geralmente, o mercado ilegal do Sudeste, mas há casos de tráfico internacional.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na madrugada de quinta-feira (25/7), a Polícia Militar do DF (PMDF) recuperou cerca de 400 aves silvestres. Os animais estavam com um homem que seguia para João Pinheiro-MG.

A  apreensão ocorreu em um ponto de bloqueio montado pela polícia na DF-180, em Ceilândia. As aves, dentre elas curiós, coleiros e caboclinhos, estavam divididas em sete caixas de transporte.

A Polícia Civil acredita que o tráfico de animais silvestres esteja entre as atividades ilícitas mais lucrativas no Brasil, atrás apenas do tráfico de drogas e de armas. O papagaio é a principal ave que os criminosos visam para o comércio irregular. A coloração vistosa e, principalmente, sua habilidade para imitar a fala humana atrai interessados.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade