fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

À revelia de Flávia Arruda, Izalci cria comissão especial para fiscalizar GDF

Senador por Brasília, o tucano quer ficar de olho nos gastos do governo local durante a pandemia. Faltou combinar com a líder da bancada do DF

Lucas Valença

Publicado

em

Foto: Agência Senado
PUBLICIDADE

A bancada federal do Distrito Federal planeja criar uma Comissão Especial Temporária, semelhante à comissão sobre o Covid-19 já existente no Congresso Nacional, para fiscalizar a atuação do governo local com relação ao novo coronavírus. A criação do grupo de trabalho, no entanto, foi feita pelo senador Izalci Lucas (PSDB) que já não ocupa a função de líder da bancada. O controle da execução orçamentária e financeira do Buriti também deve ser vistoriado pelos congressistas.

O documento de convite à bancada federal, enviado pelo “coordenador da comissão temporária”, o senador Izalci Lucas (PSDB), deixa claro que o grupo atuará de forma remota e terá como objetivo “colaborar com o Governo do Distrito Federal (GDF) no enfrentamento da pandemia Covid19”.

O texto também ressalta que, até o momento de envio do convite na última terça-feira (30), o Distrito Federal já contabilizava 550 mortes decorrentes do novo coronavírus, lembrando que as “perspectivas de crescimento no número de casos levou o governador a decretar Estado de Calamidade Pública”.

Nos bastidores, no entanto, se comenta que a nova líder da bancada federal, a deputada Flávia Arruda (PL), foi pega de surpresa com o posicionamento do colega. Próxima ao governador Ibaneis Rocha (MDB), a parlamentar federal viu o antigo líder da bancada se mobilizar pela criação do novo grupo de trabalho que pode vir a constranger o governo local que já defende a abertura irrestrita do comércio.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A primeira reunião deste grupo está prevista para a próxima segunda-feira (6). Depois de instalada, os encontros devem contar com a participação de parlamentares, Federais e Distritais, especialistas, secretários, integrantes do Judiciário, entre outros representantes da sociedade. Convites, porém, já foram enviados ao Tribunal de Contas da União (TCU) e ao Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT).

O deputado federal Professor Israel (PV) explicou que um dos pontos a ser observado pela bancada federal é o alinhamento do Buriti com o Palácio do Planalto. Para ele, o GDF tem tido uma atuação elogiável durante a crise do novo coronavírus, mas precisa manter a postura contrária à abertura irrestrita defendida pelo governo federal. “Tivemos uma ação vanguardista do GDF e é isso que nós queremos”, explicou.

A relatoria da comissão deve ser feita pela deputada Paula Belmonte (Cidadania) que já demonstrou ser favorável ao retorno das atividades econômicas na cidade. Belmonte também é a representante do DF na Comissão Externa de Ações Contra o Coronavírus na Câmara dos Deputados.

 


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade