Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Vítima de atropelamento por Paulo Milhomem deixa UTI

De acordo com o Hospital Brasília, Tatiana Matsunaga deixou a UTI, mas continua internada e em estado grave

A advogada Tatiana Matsunaga, atropelada pelo advogado Paulo Ricardo Milhomem, teve alta da UTI nesta sexta-feira (24).

O caso aconteceu no dia 25 de agosto, no Lago Sul. O homem tentou atropelar propositalmente a vítima na frente do marido e do filho, de 8 anos.

Com um traumatismo craniano, fratura da bacia e fratura exposta do tornozelo, Tatiana passou por cirurgias. Pouco depois, a vítima precisou passar por uma traqueostomia.

De acordo com o Hospital Brasília, Tatiana deixou a UTI, mas continua internada e em estado grave.

Na tarde dessa quinta-feira (23), o relator do caso na 2ª Turma Criminal, desembargador Roberval Belinati exigiu a volta DE Milhomem para uma cela comum do Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília.

Com um habeas corpus impetrado pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-DF), e com a garantia de uma cela especial, o advogado estava preso em sala do Estado Maior, dentro do 19º Batalhão da Polícia Militar (BPM).

Entretanto, de acordo com o fato de a carteira profissional de Paulo Ricardo estar suspensa por 90 dias, a prerrogativa de detenção privilegiada foi encerrada. O jurista foi acompanhado pela maioria dos colegas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar