Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

UTIs: rede pública ganha fôlego com 81% de ocupação

Até o momento da publicação desta reportagem, 101 pacientes aguardam leito de UTI na capital. Desse total, 8 são pessoas com suspeita ou confirmação de Covid-19

Por Guilherme Gomes 10/05/2021 10h03

Nesta segunda-feira (10), a taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) está em 81,67% nos hospitais públicos do DF. Isso porque noventa e um leitos estão vagos, de acordo com a última atualização do InfoSaúde-DF, feita às 08h25.

A situação nos hospitais particulares é um pouco mais apertada, mas segue na estabilidade. A taxa de ocupação dos leitos de UTI gerais está em 90,00%. As UTIs Covid-19 permanecem com 90,41%. Vinte e seis leitos estão disponíveis, todos para pacientes adultos.

Lista de Espera

Até o momento da publicação desta reportagem, 101 pacientes aguardam leito de UTI na capital. Desse total, 8 são pessoas com suspeita ou confirmação de Covid-19.

Covid no DF

O Distrito Federal (DF) registrou, nas últimas 24 horas, 925 novos diagnósticos de Covid-19 e 26 mortes. De acordo com o relatório, dos óbitos registrados hoje, 12 eram do sexo feminino e 14 eram do sexo masculino.

O Indicie de transmissibilidade também apresentou aumento, chegando a 0,96. Vale lembrar que, abaixo de 1, a taxa indica que a pandemia está tendendo a acabar. No início da semana o indicie marcava 0,86 e, em momento mais crítico da pandemia, o indicie chegou a 1,38.

Desde o início da pandemia, 386.688 pessoas já foram infectadas na capital, sendo que 370.597 (95,8%) estão recuperados. Do total de casos, 8.113(2,1%) faleceram em decorrência de complicações causadas pelo vírus

As regiões com mais casos confirmados são Ceilândia (42.774), Plano Piloto (36.829) e Taguatinga (30.990). A maior taxa de mortalidade foi registrada em Sobradinho I, onde, dos 14.749 casos, 364 vieram a óbito. Taguatinga tem a segunda maior taxa de mortalidade, com 30.990 casos e 806 óbitos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Vacinação na capital

O GDF anunciou neste sábado (8), os dados dos boletins informativos sobre a vacinação no Distrito Federal, o documento revela o número de 513.019 vacinados da primeira dose e mais 278.939 pessoas que levaram a segunda dose. Nas últimas 24h foram 2.750 vacinados da primeira dose e 89 da segunda dose.

A vacinação contra a Covid-19 começou no Distrito Federal no dia 19 de janeiro. Já foram recebidas 573.360 doses da vacina CoronaVac, que é produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac. Além das 407.800 mil doses da vacina Covishield, desenvolvida pela universidade inglesa de Oxford, com a farmacêutica sueco-britânica AstraZeneca e 5.850 da Pfizer.

De acordo com a Secretaria de Saúde, a segunda dose da vacina CoronaVac deve ser aplicada entre 14 e 28 dias após a primeira. A pasta lembrou que devido ao curto espaço de tempo, a metade das doses recebidas foram reservadas para a segunda aplicação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar