Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Traficante Hulkinho agia da mesma forma que ex-capa da Playboy

Durante as investigações, apurou-se que o garoto de programa vendia drogas a clientes de alto poder aquisitivo

Foto: reprodução

Na tarde dessa terça-feira (22), a Polícia Civil do Distrito Federal, por intermédio da 5ª Delegacia de Polícia, prendeu em flagrante delito pela pratica dos crimes de resistência, tráfico de drogas e uso de documento falso, um homem, conhecido como Hulkinho, de 27 anos

Segundo as investigações, que duraram em torno de um mês, comprovaram que Hulkinho era garoto de programa e realizava a venda de drogas—cocaína e drogas sintéticas—, nos Setores Hoteleiros Norte e Sul e também em festas direcionadas ao público LGBTQIA+.

Durante as investigações, apurou-se que o garoto de programa vendia drogas a clientes de alto poder aquisitivo, geralmente, durante a realização de programas sexuais, em uma espécie de venda casada. As drogas ainda eram vendidas a outros garotos e garotas de programas.

Pâmela Pantera

A ex-capa da Playboy foi presa em julho do ano passado pela Polícia Civil do DF. A modelo também tinha como alvo clientes de alto poder aquisitivo.

A jovem se prostituía e traficava drogas num flat no Setor Hoteleiro Norte da capital federal. As investigações apontaram que Pâmela negociava programas sexuais associados ao consumo de drogas, também praticando a venda casada.








Você pode gostar