Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Trabalhando para vencer a pandemia, diz Ibaneis sobre suspensão de eventos

A Secretaria de Saúde e a Casa Civil anunciaram que o GDF decidiu suspender shows, eventos e festas que cobrem ingressos

Por Geovanna Bispo 12/01/2022 6h34
Foto: Agência Brasília

Em suas redes sociais, o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), disse que os recentes movimentos do governo foram uma forma de seguir “trabalhando para vencer a pandemia.

Na tarde desta quarta-feira (12), a Secretaria de Saúde e a Casa Civil anunciaram que o GDF decidiu suspender shows, eventos e festas que cobrem ingressos. “Tenho acompanhado o aumento de casos no DF e nossa gestão decidiu, junto aos técnicos da saúde, proibir a realização de eventos, shows, festas e afins”, escreveu Ibaneis.

Segundo o chefe da Casa Civil, Gustavo Rocha, a medida será publicada ainda nesta quarta no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) e tem valor imediato. A suspensão é uma tentativa de frear o número de casos e diminuir a Taxa de Transmissão, que atualmente está em 2,06.

“São medidas que precisam ser tomadas justamente para evitar uma questão mais dura e para que a população tenha consciência. Que todos façam sua parte para que possamos diminuir esses índices de transmissão e voltarmos à normalidade”, explicou o secretário.

Ainda assim, o governador em exercício, Paco Britto (Avante), que também estava presente, afirmou que o GDF não tem planos de voltar com o lockdown ou com a obrigatoriedade do uso de máscaras ao ar livre.

No momento, o Distrito Federal passa por um aumento descontrolado de casos da doença, sendo influenciado pelas recentes festas de fim de ano e o avanço da variante ômicron, considerada mais transmissível.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No último levantamento divulgado, por exemplo, foram registrados 4.220 novos casos em 24h. Ainda assim, esse aumento não se reflete no número de mortes, que está estável e tem tido uma média de dois óbitos por dia, ou no número de internações.

Internações

Ibaneis também comentou sobre as altas taxas de internados que não estão vacinados. Segundo o governador, cerca de 90% dos internados por complicações da covid-19 são de não vacinados ou com a vacinação incompleta.

“Somente com o ciclo vacinal completo de toda a população venceremos a pandemia”, escreveu

Cerca de 2.313.799 (89,74%) brasilienses tomaram a primeira dose e 2.196.322 (85,18%) tomaram a segunda dose. Com o ciclo vacinal completo, apenas 244.922 (21,13%) tomaram as doses de reforço ou adicionais.








Você pode gostar