Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Sejus alerta jovens do DF sobre risco de vapers e narguilés

Nesta quarta-feira (29) a secretaria aborda o tema em um seminário que faz parte das ações Semana Nacional de Políticas sobre Drogas da Secretaria de Justiça e Cidadania

Por Tereza Neuberger
[email protected]

Na manhã desta quarta-feira (29) a Secretaria de Justiça do Distrito Federal (Sejus) realizará um seminário voltado para os jovens da capital cujo tema aborda os riscos que trazem o uso de vapers e narguilés. A abordagem será divida em dois painéis: um sobre os riscos à saúde e o outro sobre a legalidade do uso e comercialização.

“Vapers e narguilé são prejudiciais à saúde: fato ou fake?”é o tema do seminário. O primeiro painel sobre o tema será voltado para a saúde e a qualidade de vida, com a participação de médico psiquiatra. Já o segundo painel trará uma abordagem voltada à legalidade do uso e comercialização dos dispositivos eletrônicos. O segundo painel contará com a participação da ANVISA.

O evento terá a participação de estudantes do Centro de Ensino Médio do Cruzeiro bem como com representantes das Coordenações Regionais de Ensino do DF, incluindo pedagogos, psicólogos e orientadores educacionais. Participarão ainda, representantes das Comunidades Terapêuticas parceiras da SEJUS. O evento ocorre das 8h às 11h30 no auditório da Agência Reguladora de águas, Energia e Saneamento do Distrito Federal (ADASA-DF).

“Cigarros eletrônicos aumentam em mais de 4 vezes o risco de virar um fumante habitual”, é o que alerta a Associação Brasileira de Estudos do Álcool e outras Drogas (ABEAD). Além disso, pesquisas apontam que 26,6% dos alunos do Ensino Médio já utilizaram vapers com nicotina em 2020.

O seminário faz parte das ações da Semana Nacional de Políticas sobre Drogas da Secretaria de Justiça e Cidadania que teve início no último domingo (26) e segue com programações até a próxima sexta-feira (1º). A programação traz uma série de atividades que aborda três eixos da política sobre drogas: prevenção, acolhimento e reinserção social.

“O objetivo dessa semana de ações é levar conscientização e reflexão à população, sobre como participar ativamente no combate às drogas, especialmente para o público jovem”, explica o secretário da Sejus, Jaime Santana.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A ação ocorre em obediência à Lei nº 13.840/2019, que trata do conjunto ordenado de princípios, regras, critérios e recursos materiais e humanos que envolvem as políticas, planos, programas, ações e projetos sobre drogas, incluindo-se nele, por adesão, os Sistemas de Políticas Públicas sobre Drogas dos Estados, Distrito Federal e Municípios. A referida Lei (Art. 19-A) determina que, na quarta semana de junho, serão intensificadas ações de cunho preventivo, de acolhimento e reinserção socioeconômica.

Na quinta-feira, dia 30, a SUBED participará de ação conjunta com a OSC Salve a Si às 19h. A equipe da SUBED estará presente no “Banho Solidário”, um projeto de cuidados às pessoas em situação de rua. A SUBED estará presente, oferecendo orientação à população com o apoio de psicólogo e assistente social. Na ocasião haverá a distribuição de kit de higiene.

O encerramento será realizado na sexta-feira, dia 1º, na Comunidade Terapêutica Feminina Maria de Magdala. Na oportunidade, haverá o encerramento do Termo de Fomento nº 6/2021, projeto que levou capacitação às mulheres acolhidas numa perspectiva de reinseri-las na sociedade com dignidade, por meio do trabalho. No evento, serão entregues os certificados de conclusão dos cursos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar