Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Sargento é condenado por assediar aluna de 13 anos

Segundo o MPM, o professor teria dado um beijo na boca da aluna do 8° ano do ensino fundamental na sala de música do colégio

Foto: Divulgação

Um sargento do exército e professor do Colégio Militar de Brasília foi condenado a quatro anos e oito meses de prisão por assediar sexualmente uma aluna de 13 anos.

Segundo o Ministério Público Militar (MPM), o professor teria dado um beijo na boca da aluna do 8° ano do ensino fundamental na sala de música do colégio. Ele era músico e dava aula de percussão para ela.

O caso ocorreu e foi denunciado em 2018 e a decisão, que cabe recurso, foi tomada em outubro do ano passado, apenas sendo divulgada na última terça-feira (11) pela Justiça Militar.

Além de ser condenado por assédio sexual, um crime civil, ele também foi condenado por atentado violento ao pudor, um crime militar, que tem a mesma sentença e unificação de penas.

Ainda de acordo com o MPM, antes do episódio, o professor teria trocado mensagens com a menina, enviando músicas com conteúdo amoroso e declarações como “estou apaixonado” e “você me faz feliz”. Além disso, ele ainda costumava prolongar o tempo de intervalos das aulas para conversas a sós com ela.

Em sua defesa, o militar negou ter beijado a menina e disse que as mensagens eram uma forma de ajudar a menina, que passava por um quadro depressivo. Ele ainda disse que suas aulas eram “diferenciadas” e necessitavam de uma interação “corpo a corpo” com os alunos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar