Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Rodoviários rejeitam proposta e mantém indicativo de greve geral

Por Arquivo Geral 31/05/2015 11h07

Cerca de 600 rodoviários se reuniram, na manhã deste domingo (31), em uma assembléia no sindicato da categoria, próximo ao Conic, para decidir uma possível paralisação. No entanto, depois de votação, por volta das 11h, ficou acordado uma greve geral a partir do dia 8 de junho. Eles reivindicam o aumento de 20% nos salários e reajuste de 30% no tíquete-alimentação e na cesta básica.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Rodoviários, Jorge Faria, durante a assembléia a classe recebeu a proposta de um aumento de 8,34% no salário, mas não foi suficiente. “Durante essa semana iremos analisar as propostas. Caso nenhuma supere as nossas expectativas iremos paralisar as atividades no dia 8”, informou Faria. 

Noelton Silva Marques, de 34 anos, trabalha há dez como rodoviário e sente falta de uma valorização da classe. “Há muito tempo atrás, nossa carreira era equiparada aos vigilantes. Hoje, apesar da mesma carga horária e da mesma jornada, ganhamos muito menos”, desabafou Noelton. 

Leia mais: Rodoviários voltam a paralisar as atividades na manhã desta quinta

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Leia mais: Rodoviários paralisam as atividades por atraso de pagamento

Protestos

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A última semana foi marcada por diversas manifestações da classe. Em protesto contra o atraso no pagamento do salário, tíquete-alimentação e cesta básica, cerca de 200 rodoviários, da empresa Cobrataete, bloquearam com pneus em chamas a DF-250, via de ligação entre o Paranoá e Planaltina, nessa quarta (27). A Polícia Militar esteve no local e conseguiu negociar a liberação da via. O Corpo de Bombeiros conteve o incêndio. No dia seguinte, os manifestantes voltaram a atear fogo em pneus e bloquearam a DF-25. 

Na sexta (29), após um repasse de R$ 38,6 mil feito pelo GDF, referente ao pagamento do Passe Livre Estudantil e do Passe para Portadores de Necessidades, que estavam atrasados , os rodoviários da empresa Cobrataete voltaram a trabalhar. 

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 






Você pode gostar