Brasília

Quadrilha que desviou R$ 70 milhões de empresa de plano de saúde é alvo da PCDF

Foram identificadas 38 mil movimentações bancárias e fiscais registradas entre 2013 e 2018, nas quais o grupo desviava valores indevidamente

Por Willian Matos 20/01/2021 7h55
policia civil pcdf policia civil pcdf

A Polícia Civil (PCDF) realiza nesta quarta-feira (20) uma operação para desarticular um grupo criminoso suspeito de desviar cerca de R$ 70 milhões de uma empresa especializada em planos de saúde. São cumpridos 15 mandados e busca de apreensão.

Os mandados são cumpridos no Plano Piloto (Asa Norte e Setor Comercial Sul), Guará, Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), Águas Claras, Colônia Agrícola Riacho Fundo e Gama. A operação foi batizada de Loki (pai da mentira, na mitologia grega).

Segundo as investigações, os suspeitos eram gestores e funcionários da empresa lesada. Eles estariam desviando valores milionários para microempresas vinculadas a amigos e familiares. Foram identificadas 38 mil movimentações bancárias e fiscais registradas entre 2013 e 2018.

Chaveiro e agropecuária

Uma das movimentações fraudulentas identificadas pela PCDF foi o recebimento de R$ 3 milhões de uma microempresa especializada em serviços de chaveiro. Em outra transação, a empresa de plano de saúde acabou repassando valores a uma revendedora de produtos agropecuários e cana-de-açúcar.

A empresa prejudicada tem 55 mil associados e atua no Centro-Oeste, além do estado do Tocantins. A Coordenação de Repressão aos Crimes Contra o Consumidor, a Propriedade Imaterial e a Fraudes (Corf/PCDF) não revelou o nome.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O delegado Wisllei Salomão, da Corf, fala sobre a operação:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar