Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Mulher finge ligar para amiga e denuncia marido à PMDF

A central da PMDF passou a ligação para uma policial mulher que deu continuação ao pedido de socorro

Agosto Lilás: Uma em cada quatro mulheres sofreu algum tipo de agressão durante a pandemia Imagem ilustrativa

Na quarta-feira (20), a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) prestou socorro a uma mulher que estava sendo ameaçada pelo marido, que, de acordo com a solicitante, chegou em casa bêbado e estava agressivo, no Setor 0, em Ceilândia.

A mulher ligou no 190 e fingiu estar falando com uma amiga para fazer a denúncia. “Meu marido está querendo me matar. Quero pegar as minhas coisas e ele não quer deixar. Não to ligando para a polícia não, oi amiga, estou tentando buscar as coisas aqui na casa do meu marido”.

A central da PMDF passou a ligação para uma policial mulher que deu continuação ao pedido de socorro. Uma viatura se deslocou até o local e, conforme o soldado Douglas, a mulher informou que o marido chegou bêbado em casa e estava agressivo, mas em nenhum momento tentou agredi-la.

“Perguntamos se ela tinha interesse em fazer registro na delegacia, mas ela disse que não. Conversamos com o marido e ele estava mais calmo. Desta forma, a situação foi resolvida no local”, explicou o soldado.

A mulher recusou ser levada para a delegacia e disse que não registraria a ocorrência. O soldado Douglas informou ainda que a vítima não tinha lesões aparentes no corpo e a orientou para, se necessário, retornar a ligação ao 190.








Você pode gostar