Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Mãe de Lázaro revela que proprietário conhecia o foragido

O caseiro afirmou que Lázaro e seu tio teriam trabalhado na propriedade. O proprietário do local ainda seria muito próximo da família deles e teria prestado auxílio aos familiares à época da morte do irmão.

Eva Maria de Souza, de 51 anos, mãe de Lázaro Barbosa, confirmou que o filho conhecia Elmi Caetano Evangelista, 74 anos, dono da chácara acusado de dar cobertura à fuga de Lázaro, que já dura 17 dias nesta sexta-feira (25).

“Fiquei arrasada com a prisão do seu Elmi. Ele fez isso [deu cobertura a Lázaro] porque é ser humano. Seu Elmi não tem o coração do Satanás; o coração dele é do Senhor”, afirmou a mulher. Além do fazendeiro, o caseiro, Alain Reis de Santana, 33, foi detido pela força-tarefa que atua no local.

De acordo com Eva, Lázaro não cometeu sozinho a chacina no Incra 9, em Ceilândia, no último dia 9. “A polícia tem que parar de pensar assim, porque ele [Lázaro] diz que não fez a chacina sozinho, ficam atrás dele e os outros ficam aprontando”, disse, sem explicar quem seriam outros supostos envolvidos no quádruplo assassinato da família Vidal.

Mais cedo, o caseiro afirmou que teria visto Lázaro na propriedade, onde fica o chiqueiro. Em um galpão de ferramentas, os militares fizeram uma varredura e acharam dois nomes escritos na parede. Um dos nomes era “Jorceley”, escrito com tinta e outro estava ilegível. De acordo com o caseiro, Jorceley seria tio de Lázaro.

Segundo ele, o foragido e o tio teriam trabalhado na propriedade. O proprietário do local ainda seria muito próximo da família de Lázaro e teria prestado auxílio aos familiares à época da morte do irmão.

Alain também apontou, ainda, o local onde Lázaro teria morado quanto prestou serviço na chácara. Trata-se de um casebre, já em escombros, que fica a cerca de 200m da sede.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar