Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Ibram castra quase 3,5 mil cães e gatos no primeiro trimestre

Número representa uma alta de mais de 300% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram castrados 1.068 animais

O Instituto Brasília Ambiental castrou, no primeiro trimestre deste ano, 3.481 cães e gatos no Distrito Federal. O número representa uma alta de mais de 300% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram castrados 1.068 animais.

Do total de animais castrados de janeiro a março deste ano, 1.641 foram atendidos na clínica contratada, localizada no Gama, e 1.840 cirurgias foram realizadas na Unidade Móvel Castramóvel.

O Programa de Castração de Cães e Gatos do Brasília Ambiental existe desde 2017. Justifica-se pelo fato de a castração evitar não somente os problemas do presente, mas também o descontrole populacional, caso essas intervenções cirúrgicas não fossem executadas. “Na maioria das vezes, esses cães e gatos são abandonados nas ruas em condições precárias, tornando-se um problema de saúde pública”, lembra o secretário-geral do Ibram, Thúlio Moraes.

O órgão ambiental trabalha para ampliar os locais de atendimento. Em breve, novas clínicas serão adicionadas ao programa, e, além do Gama e do Castramóvel, haverá atendimentos em Samambaia e no Paranoá. Com informações da Agência Brasília

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar