Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Ibaneis diz que DF poderá ter lockdown total

De acordo com o governador, nos últimos dias o índice de isolamento subiu no DF, de 31% para 36%

Por Guilherme Gomes 09/03/2021 3h44
Foto: Valter Campanato/Agência Brasíl

Durante uma entrevista ao programa Balanço Geral, da TV Record, o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB) afirmou que poderá decretar lockdown total na capital se os brasilienses continuarem desrespeitando as medidas restritivas.

“Se continuarmos dessa maneira, vai chegar ao ponto que vou ter que decretar o lockdown total e abrir somente farmácias e hospitais. Não quero chegar a esse ponto. Mantivemos o nível de atividade mínimo dentro da cidade, para causar o menor prejuízo possível, mas a população continuar sem entender a necessidade do isolamento”, afirmou Ibaneis.

De acordo com o governador, nos últimos dias o índice de isolamento subiu no DF, de 31% para 36%. Ibaneis lembrou que a taxa ainda é pouca para frear a transmissão do vírus.

Toque de recolher no DF

Por meio de um novo decreto, o governador Ibaneis Rocha (MDB), estabeleceu um toque de recolher das 22h às 05h em todo Distrito Federal. A nova medida restritiva vem após a superlotação em UTIs e o aumento de contaminações da Covid-19. A pena de multa para quem descumprir a restrição pode chegar a R$ 2.000,00.

O Decreto Nº 41.874, além de prorrogar o lockdown até 22/03, entrará em vigor às 22h do dia 8 de março de 2021 e vigorará até às 05h do dia 22 de março de 2021, podendo ser alterado ou prorrogado a juízo de conveniência e oportunidade do Governador

O documento afirma que o toque de recolher “não se aplica a servidores públicos, civis ou militares, a agentes de segurança privada e aos profissionais de saúde, que estiverem em serviço, bem como aos membros do Poder Judiciário, do Ministério Público, das Polícias Civil e Militar, do Corpo de Bombeiros, a advogados em diligência de cumprimento de alvarás de soltura, tampouco a representantes eleitos dos Poderes Legislativo e do Executivo, no âmbito federal ou distrital, desde que devidamente identificados.

ATUALIZAÇÃO

Na tarde desta quinta-feira (11/03), o Governo do Distrito Federal enviou uma nota oficial afirmando que abriu 30 novos leitos de UTI para pacientes com Covid-19, mas a situação permanece grave. As medidas já tomadas para reduzir a taxa de transmissão da doença estão surtindo efeito. O GDF esclareceu também que nenhuma medida restritiva mais radical foi decidida. Confira

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar