Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Ibaneis comenta teto do ICMS no DF: ‘Sempre trabalhamos no sentido de reduzir o imposto’

“Baixamos o ICMS dos combustíveis no DF, em cumprimento à lei”, disse, no Twitter

Foto: Reprodução/ Agência

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB) comentou, em suas redes sociais, neste sábado (02), a redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre os combustíveis anunciada na capital federal. A partir de agora, a alíquota fica em 18%. Segundo o mandatário, a redução foi um cumprimento à lei. “Baixamos o ICMS dos combustíveis no DF, em cumprimento à lei”, disse, no Twitter.

Junto ao DF, outros 12 estados já sinalizaram a redução. Isto porque o prazo dado pelo ministro do STF, André Mendonça, venceu nesta sexta-feira, (01). A ordem de Mendonça foi dada através da determinação do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz).

Apesar de ter sido anunciada neste sábado, e publicada no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), no mesmo dia, a decisão de Ibaneis foi anunciada com uma data retroativa para sexta-feira (01), dia do vencimento.

A alíquota pode ser firmada de 17% a 18%, a depender da decisão do estado. No DF, Ibaneis afirma que um contingente de R$ 500 milhões foi feito para que o orçamento da capital não fosse prejudicado.

“Reitero que contingenciamos R$ 500 milhões do orçamento do DF para que as obras e programas sociais não sejam prejudicados”.

Por fim, o chefe do executivo local afirmou que sua gestão sempre trabalhou pela redução do imposto. “Sempre trabalhamos no sentido de reduzir o imposto – mesmo antes da lei federal –, mas com muito esforço e responsabilidade fiscal, sabendo que essa arrecadação é muito importante para o DF”.

Além do DF, São Paulo, Goiás, Pará, Alagoas, Espírito Santo, Bahia, Maranhão, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima e Santa Catarina anunciaram a redução.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar