Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Ibaneis apresenta pacote Pró-Economia e critica antecessores

Governador citou as obras do Túnel de Taguatinga, a abertura de leitos, a construção da Casa da Mulher Brasileira em Ceilândia (para atender mulheres em situação de violência), além do projeto “Vá vacinar e leve um alimento”

Foto: Reprodução/Youtube

Mateus Souza
[email protected]

Durante a apresentação do pacote Pró-Economia – Etapa 1, nesta quinta-feira (6), o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, lembrou de várias medidas realizadas durante o seu mandato, principalmente durante a pandemia, e criticou a agenda de seus antecessores. Ele ainda falou de algumas ações do Governo do Distrito Federal (GDF) para atender às pessoas em situação de vulnerabilidade, lidar com a crise sanitária e “destravar a economia no Distrito Federal”.

O governador citou as obras do Túnel de Taguatinga, a abertura de leitos, a construção da Casa da Mulher Brasileira em Ceilândia (para atender mulheres em situação de violência), além do projeto “Vá vacinar e leve um alimento”, para dar assistência para as pessoas em situação de vulnerabilidade durante a pandemia. Ele também prometeu dar sequência no processo de modernização das secretarias, para facilitar o acesso da população aos programas do governo.

Durante o discurso, o governador lembrou que as obras realizadas em Taguatinga têm sofrido algumas críticas, devido aos transtornos causados na circulação. No entanto, ele enfatizou que muitas dessas obras estavam paradas há anos e que a construção do “Túnel do Benedito”- em Taguatinga- estava parada há 30 anos, em decorrência de seus antecessores.

Ibaneis frisou que irá retomar o pagamento do Auxílio Creche para crianças que estão fora da escola, e dar sequência ao Cartão Prato Cheio, uma ajuda de R$250, que serve de acréscimo a outros benefícios. Ele também prometeu dar assistência às pessoas em situação de rua, com a instalação de casas de acolhimento.

Saúde

“Nós chegamos aqui, as contas estavam em vários locais. O rombo nos cofres do Distrito Federal era uma coisa que nos dava até susto”, disse o governador.

“Quando eu disse que iria pagar as pecúnias da Saúde, o valor ultrapassava R$ 30 milhões”, completou Ibaneis.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O governador afirmou que o Hospital Acoplado, resultado da parceria de empresários com o Banco de Brasília (BRB), irá fomentar, no dia 15 de maio, mais 102 leitos em Samambaia. Além disso, serão construídos mais dois hospitais (em Planaltina e no Paranoá), que fornecerão mais 306 leitos para a comunidade.

“Nunca se abriu tantos leitos como nesse governo […] Nunca se contratou tanta gente na área da saúde”, afirmou Ibaneis.

Economia

Elaborado pela Secretaria de Economia, com contribuições das secretarias de Desenvolvimento Social e de Turismo, o Pró-Economia – Etapa 1 envolve uma série de ações de governo para minimizar os impactos da covid-19 sobre profissionais e empresas do Distrito Federal. O pacote de medidas vai auxiliar no reequilíbrio financeiro e fiscal do setor produtivo para que possa retomar suas atividades de forma competitiva.

Segundo o secretário de Economia, André Clemente, o Pró-Economia é fruto de uma ampla discussão entre os diversos setores do governo com a sociedade. “O GDF não tem medido esforços durante a pandemia. Identificamos pontos sensíveis onde o Estado pode agir para minimizar os impactos socioeconômicos e também áreas onde os benefícios vão garantir ajuda para que os setores possam retomar suas atividades”, detalha Clemente.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O governador Ibaneis afirmou, durante a apresentação do pacote, que grandes empresas estão vindo para o DF, mesmo durante a pandemia.

“Nós temos grandes empresas que mesmo na pandemia estão vindo para o Distrito federal […] Estamos juntos com o setor produtivo, estamos juntos com a população”, afirmou Ibaneis.

Veja as 20 medidas do pacote

1) Diferimento do ISS até 2027 + parcelamento

Beneficiados: 37.137 empresas dos setores empresariais de eventos; salões de beleza; barbearias; esmalterias; depilação; massagem; locação, montagem e desmontagem de tendas; e casas de festas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Impacto: R$ 120 milhões

Forma: Decreto

2) Diferimento do pagamento de IPTU e IPVA até 2022

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Beneficiados: 37.137 empresas dos setores empresariais de eventos; salões de beleza; barbearias; esmalterias; depilação; massagem; locação, montagem e desmontagem de tendas; e casas de festas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Impacto – IPTU: R$ 18.059.372,00
Impacto – IPVA: R$ 783.246,00

Forma: Decreto

3) Redução da base de cálculo do ICMS do café com inclusão na cesta básica

Beneficiados: 12.787 empresas dos setores de cultivo de café, comércio atacadista e varejista de produtos alimentícios.

Impacto: R$ 19.840.226,00 em 2022

Forma: Projeto de Lei

4) e 5) Nova faixa de remuneração para os serviços lotéricos

Beneficiados: 213 casas lotéricas e 3.041 correspondentes bancários

Impacto: R$ 317.847,00 ao ano

Forma: Decreto e Portaria

6) Projeto de lei para o Fundo Garantidor do Programa Emergencial de Crédito Empresarial do Distrito Federal (Procred-DF): desafetação e alienação dos imóveis e alteração da LDO

Beneficiados: tomadores de crédito junto ao BRB

Impacto: R$ 3.595.964,00 em 2021

Forma: Projeto de Lei

7) Alteração das regras de consignação em folha dos servidores do GDF e militares

Beneficiados: 202.539 servidores (ativos e inativos) e pensionistas

Impacto: sem impacto

Forma: Decreto e Portaria

8) Concessão de remissão, anistia e isenção de IPTU e IPVA + redução de alíquota do ISS para 2%

Beneficiados: 37.317 empresas dos setores empresariais de eventos; salões de beleza; barbearias; esmalterias; depilação; massagem; locação, montagem e desmontagem de tendas; e casas de festas.

Impacto – IPVA: R$ 5.231.280,00
Impacto – IPTU: R$ 71.931.184,00
Impacto – ISS: R$ 13.484.055,00 em 2022

Forma: Projeto de Lei

9) Auxílio emergencial para o setor de transporte de turismo – três parcelas de R$ 600

Beneficiados: 225 proprietários de veículos destinados ao transporte de turismo

Impacto: R$ 405.000,00

Forma: Projeto de Lei

10) Multas mais justas – Redução de 50% dos percentuais das multas pelo descumprimento de obrigações tributárias de ISS

Beneficiados: setor produtivo

Impacto: R$ 16.905.986

Forma: Decreto

11) e 12) Multas – Redução de 50% dos percentuais das multas pelo descumprimento de obrigações tributárias de ICMS

Beneficiados: setor produtivo

Impacto: R$ 425.269.266

Forma: Decreto e Projeto de Lei

13) Ampliação do prazo para recadastramento de contribuintes do Regime 320-D

Beneficiados: Setor produtivo e agrícola

Impacto: Sem impacto

Forma: Portaria

14) Desburocratização do Imposto sobre a Transmissão Inter Vivos de Bens Imóveis por Natureza ou Acessão Física e de Direitos Reais sobre Imóveis (ITBI) – Suspende a exigibilidade do crédito tributário em caso de parcelamento

Beneficiados: Setor imobiliário, incorporadas, construtoras, escritórios imobiliários e de arquitetura

Impacto: Sem impacto

Forma: Decreto

15) Diferimento de ICMS e ISS para importação de ativos fixos

Beneficiados: Contribuintes de operações de importação para ativo fixo e setor produtivo

Impacto: Sem impacto

Forma: Decreto

16) e 17) Isenção de IPVA e ICMS para autoescolas

Beneficiados: 156 centros de formação e 1.059 veículos

Impacto: R$ 861.981,00

Forma: Ofício, Projeto de Lei e Convênio de ICMS

18) Ampliação do Programa Prato Cheio para 35 mil beneficiários + ampliação do prazo para 6 meses

Beneficiados: 35 mil pessoas em situação de vulnerabilidade do DF

Impacto: R$ 105 milhões ao ano

Forma: Decreto

19) Pagamento de pecúnia a Policiais Civis

Beneficiados: 268 policiais civis do DF

Impacto: R$ 11.920.000,00

Forma: Ofício

20) Criação da Rota Brasília Capital do Rock

Beneficiados: Setores de turismo, cultura e serviços

Impacto: Sem impacto

Forma: Decreto

Com informações da Agência Brasília






Você pode gostar