Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Governador Ibaneis defende a atuação da assistência social no DF

Em solenidade na sede do governo local, o mandatário destacou a importância do trabalho da primeira-dama, Mayara Noronha

Foto: Reprodução/ Agência

Elisa Costa
[email protected]

Após as recentes reclamações da população com relação à quantidade de pessoas na fila de espera da assistência social, o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB) se pronunciou sobre o assunto, em uma solenidade no Palácio do Buriti, na manhã de ontem. O chefe do Executivo local defendeu o trabalho da esposa, Mayara Noronha, primeira-dama do DF e líder da Secretaria de Desenvolvimento Social do DF (Sedes).

Durante a assinatura de nomeação e posse de novos servidores do GDF, o chefe do Executivo local declarou: “Tem muita cobrança, principalmente porque Mayara é a primeira-dama. Mas ela continua com firmeza, trabalhando e tentando dar as melhores soluções. Vamos continuar firmes, com a certeza que estamos dando o melhor. […] Temos programas que tem credibilidade da população, eu falo isso porque vou às ruas quase diariamente.”

De acordo com o mandatário, a assistência social vive um momento diferente do que em outros governos, já que, pelos avanços conquistados, a maior oferta de serviço e auxílio nos Centros de Referência em Assistência Social (CRAS) incentivou a procura dos necessitados. “As pessoas não procuravam os CRAS porque não tinham o que oferecer”, explicou. “Nós passamos por um período de crise, onde as pessoas empobreceram e os programas sociais atenderam milhares de famílias”.

Para reforçar o atendimento nesses locais, a Sedes ampliou o atendimento e colocou equipes nas ruas. As declarações ocorreram nessa terça-feira (28), durante a solenidade de assinatura dos decretos de nomeação dos aprovados em concursos públicos das secretarias de Desenvolvimento Social, Justiça e Cidadania e Mulher. O evento também empossou os novos servidores do Serviço de Limpeza Urbana (SLU).

Mayara Noronha, primeira-dama do DF e secretária do Desenvolvimento Social, aproveitou a oportunidade para dizer que o cenário atual é sensível, e que o servidor efetivo é importante no governo, pois pode ensinar os novos integrantes e observar o que deu errado no passado para saber como avançar. A secretária destacou como exemplo a inserção de profissionais especializados nos CRAS.

“A pós-pandemia trouxe uma maior necessidade de falar de política social, no mundo inteiro. Esse é o nono ou décimo diário com nomeação de servidores para o Desenvolvimento Social. Eu não imaginava que eu seria um pingo da mulher que eu sou hoje, à frente da assistência social”, concluiu a primeira dama. Em dois anos, a Sedes recebeu em torno de 1 mil novos servidores.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Silvio Vieira, diretor-presidente do SLU, ressaltou que o concurso em questão era previsto desde 2019 e a pasta esperava pela seleção há mais de 30 anos. “Esse é um governo diferenciado, agora a gente pode com muita alegria dar posse a mais 35 servidores e esse pessoal fará uma diferença muito grande. Vamos fazer com que o nosso órgão, a cada dia, seja um dos melhores”.

Na Secretaria da Mulher, os servidores nomeados vão reforçar a efetivação das políticas públicas com relação ao enfrentamento da violência contra a mulher. “Nós estamos muito agradecidos, pelo olhar do governador às mulheres do DF. Em 2019 tínhamos 96 servidores e com a assinatura de hoje, temos um crescimento de 87%. O servidor representa o elo do Estado com a sociedade”, comentou a líder da pasta, Vanderci Camargos.

Para o secretário de Justiça e Cidadania, Jaime Santana, os novos ocupantes do quadro chegam num momento de seriedade, para cuidar das pessoas. “Em meio aos descompassos da pandemia, o governador manteve a nomeação. Mais de 900 servidores nomeados na Justiça de 2019 até agora”, comemorou o gestor em discurso.

Os destaques da atual gestão do Governo do Distrito Federal (GDF), são os programas Prato Cheio, que atende cerca de 60 mil pessoas, o Cartão Vale Gás, que atende 70 mil, o DF Social, com 60 mil famílias e Cartão Material Escolar, que auxiliar mais 100 mil inscritos. Marcaram presença na cerimônia o vice-governador Paco Britto, o secretário de Economia, Itamar Feitosa, os deputados distritais Hermeto, Agaciel Maia e Robério Negreiros, as deputadas federais Celina Leão e Flávia Arruda e representantes de sindicatos e associações.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Eleições!

Para ressaltar o compromisso com a capital federal, o governador Ibaneis, que vai tentar a reeleição em outubro, comentou sobre a concorrência: “Eu vejo alguns que se colocam como candidatos da economia, mas economia de verdade nós geramos aqui no DF, quando geramos benefícios às pessoas. É exatamente esse caminho que vamos continuar trilhando. O que a gente faz hoje é entregas. Acredito que vale a pena porque estamos transformando vidas”.

O chefe do Executivo ainda destacou que adora passar por desafios, ou melhor, vencê-los. Lembrou que alguns ex-secretários do GDF também serão candidatos nas eleições e que essa equipe vai à luta sabendo que deu o melhor de si: “Nós merecemos conquistar os votos nas urnas. Nós merecemos trabalhar junto com a população”.








Você pode gostar