Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Em Samambaia, carreta da Defensoria atende 700 pessoas

Reconhecimento de paternidade, com exame de DNA, guarda, divórcio, execução de alimentos, entre outros serviços, estiveram à disposição da comunidade durante essa força-tarefa

Com números recordes, em comparação com outras regiões administrativas, a Carreta da Defensoria Pública, por meio do Programa de Atendimento Integrado (PAI), encerrou com chave de ouro a última ação do ano que ocorreu em Samambaia. Cerca de 700 pessoas foram atendidas com apenas dois dias de serviços gratuitos disponíveis para a população.

“Nunca vimos algo com essa proporção. Realmente, foi um sucesso. Melhor até do que estávamos imaginando”, celebrou o administrador de Samambaia, Gustavo Aires.

Reconhecimento de paternidade, com exame de DNA, guarda, divórcio, execução de alimentos, entre outros serviços, estiveram à disposição da comunidade durante essa força-tarefa pra sanar demandas de pessoas, que buscavam os seus direitos há um certo tempo, mas que com essa atividade, tornou-se mais rápido, como agradeceu João Paulo de Oliveira, morador da cidade.

“Foi muito bom, principalmente pela coleta de DNA. Não ficamos esperando muito tempo”, afirma Oliveira, que foi atendido pela Carreta.

O defensor público, Evenin Ávila, disse que as expectativas foram superadas. “Essa é uma ação de primeiro mundo, inédita no Brasil”, disse o defensor.

PARCEIROS

Além da Defensoria Pública e da Administração Regional de Samambaia, a Coordenação Regional de Ensino foi essencial para a realização do evento, que fez o levantamento das crianças que não tinham o nome do pai registrado em cartório. Além disso, o Centro Clínico Samambaia e a MedVision fizeram atendimentos de saúde. A instituição social, Espalhando Amor DF, realizou atividades lúdicas e contação de histórias para os pequenos que participaram do evento. Houve também a distribuição de absorventes e de brinquedos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar