Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

DF vacinou 29.994 pessoas de outros estados com primeira e segunda doses

13.838 moradores de GO foram totalmente imunizados em Brasília

Por Catarina Lima 05/05/2021 4h53

Dos 3.091.667 moradores do Distrito Federal, de acordo com estimativa do IBGE, 161.777, número que representa 5,23% desta população estimada, já foi totalmente imunizada – tomou as duas doses da vacina contra a covid-19. No entanto, o DF já vacinou 191.771 pessoas com as duas doses dos imunizantes da CoronaVac ou da AstraZeneca. Isto significa que 29.994 dos que receberam a vacinação completa, com as doses 1 e 2, são moradores de outras unidades da federação.

Segundo levantamento realizado pelo Tribunal de Contas do Distrito Federal, do total de D1 e D2 aplicadas DF, apenas 84,36% foram em moradores da cidade. Os outros 15,64% residem em diversos pontos do País. De acordo com o TCDF, das 29.994 doses aplicadas em pessoas de fora do DF, 13.838 (7,22%) são de Goiás; 3.300 de Minas Gerais (1,72%); 1.722 (0,90%) não tiveram o estado de origem declarado ou eram estrangeiros. O restante das doses aplicadas em moradores de fora do DF foi dividido entre as demais 24 unidades da federação. O Amapá foi o estado cuja menor quantidade de pessoas se vacinaram no DF, foram 50 pacientes (0,03%) que receberam na capital do país a primeira e a segunda doses do imunizante contra covid.

Turismo da vacina

No dia 19 de abril, o chefe da Casa Civil do DF, Gustavo Rocha, disse que a partir daquela data só poderia ser vacinado com a segunda dose de vacina contra covid no DF quem tivesse tomado a primeira na capital. A declaração ocorreu durante entrevista coletiva realizada para informar as ações do GDF no enfrentamento da pandemia. Anteriormente, o secretário de Saúde, Osnei Okumoto, questionado sobre um possível “turismo da vacina”, em que pessoas de outras localidades vinham ao DF apenas para se vacinar, Osnei respondeu: “o Sistema Único de Saúde (SUS) é universal”.

A decisão de condicionar a administração da segunda dose apenas aos que tenham tomado a primeira no DF, deveu-se ao fato de que alguns estados usaram todas as vacinas recebidas do Ministério da Saúde como primeira dose e não tinham imunizante disponível para a segunda dose.

Turismo vacinal pelo mundo

De acordo com a Rádio França Internacional, desde o início de abril, quando alguns estados norte-americanos, como Texas e Flórida, abriram a vacinação contra covid a todo o mundo, sem nenhuma restrição, os mexicanos de classe média têm lotado aviões nos finais de semana para se vacinar no país vizinho. Para viajar, precisa-se apenas de um visto de turista, um teste PCR negativo e agendamento prévio para vacinação em uma farmácia americana.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, a vacinação no México teve início no dia 24 de dezembro. Até o dia 03 de maio foram aplicadas 18,4 milhões de doses. Estão à disposição da população do país os imunizantes CanSino (1 dose); Oxford AstraZeneca (2 doses); Pfizer BioNTech (2 doses); Sinovac (2 doses); e Sputnik (2 doses).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar