Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Deputados criticam plano de volta às aulas presenciais

O líder da Minoria na Câmara Legislativa, deputado Fábio Felix (PSOL), afirmou que o plano do retorno não parece ter sido de forma protocolar

Foto: Divulgação

Na volta as atividades presenciais na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), nesta terça-feira (3), os deputados que formam a oposição trataram de discutir a volta às aulas presenciais no sistema público de ensino. O líder da Minoria na Câmara Legislativa, deputado Fábio Felix (PSOL), afirmou que o plano do retorno não parece ter sido de forma protocolar. “É importantíssimo o retorno, mas parâmetros mínimos precisam ser observados”, destacou.

Na opinião do distrital, o “modelo híbrido” proposto pelo governo é, na prática, o revezamento de aulas presenciais; e não foi planejada a carga horária dos professores para as semanas não-presenciais. Felix criticou, ainda, a falta de diálogo com os pais e alunos para a preparação do retorno. “O plano de volta às aulas é um grande improviso”, lamentou.

Deputada Arlete Sampaio diz que acompanhará retorno às salas de aula

Em seu primeiro pronunciamento após o recesso parlamentar, a deputada Arlete Sampaio (PT) anunciou, durante a sessão da Câmara Legislativa nesta terça-feira (3), que levará, na próxima segunda-feira (9), à primeira reunião deste semestre da Comissão de Educação, Saúde e Cultura (CESC), presidida por ela, proposta de formação de um grupo para monitorar as condições sanitárias das escolas públicas no retorno às aulas presenciais. “É necessário garantir o cumprimento das regras sanitárias para evitar contaminação, principalmente pela variante delta”, justificou a distrital, chamando a atenção para a transmissão desta cepa do novo coronavírus no Distrito Federal, que figura nas primeiras posições no país.

Com informações da CLDF






Você pode gostar