Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Covid: Imunização de garis se inicia nesta semana

Gustavo ainda informou que 1.086 pessoas devem tomar a segunda dose das vacinas em julho

Por Geovanna Bispo 21/06/2021 3h39
Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

Em coletiva nesta segunda-feira (21), o secretário da Casa Civil, Gustavo Rocha, informou que, com o remanejamento de doses, os garis devem começar a ser imunizados nesta semana. Segundo Rocha, o Serviço de Limpeza Urbana (SLU) já enviou a lista com os nomes dos profissionais e que a Saúde ainda está organizando as doses para o grupo. Até então, os catadores independentes não irão fazer parte do grupo neste momento.

Nesta manhã, o governador do DF, Ibaneis Rocha, anunciou em suas redes sociais que grávidas e puérperas serão incluídas novamente no grupo prioritário de vacinação contra a covid-19. Segundo Ibaneis, o grupo começará a ser vacinado na próxima quinta-feira (24). Até então, as lactantes não estão inclusas nesta fase. “Com muita alegria posso anunciar que iniciaremos na quinta-feira a vacinação de grávidas e puérperas”, escreveu Ibaneis

O GDF calcula que 30 mil façam parte deste nicho. Para se imunizar, o grupo pode se cadastrar no site vacina.saude.df.gov.br a partir das 15h desta segunda-feira (21). O agendamento, porém, começa na quarta-feira (23), também às 15h. A vacinação começa às 14h na quinta.

Na última semana, o GDF bateu recorde e vacinou 128.588 pessoas com a primeira dose dos imunizantes (D1). Com isso, mais de 890 mil pessoas já foram vacinadas com a primeira dose, correspondendo a 38% da população acima dos 18 anos e 29% de toda população do DF. Esse número se dá, em parte, a imunização do público acima dos 50 anos sem comorbidades, que passou a ser contemplado pela campanha de vacinação.

Também nesta segunda-feira chegaram 96,7 mil doses da vacina AstraZeneca, que serão destinadas apenas como segundas doses neste mês. Segundo Gustavo, 1.086 pessoas devem tomar a segunda dose das vacinas em julho.

Atualização

Gustavo também falou que o número de pessoas entre 49 e 40 internadas por covid teve aumento de 15% na última semana. “Houve diminuição no número de casos em todas as faixas etárias, exceto no grupo de 40 a 49 anos, que registrou um aumento de 3%”, informou.

Atualmente, cerca de 8.711 casos ativos de covid na capital. Existem 10 pessoas na lista de espera de UTIs aguardando resultados comprobatórios do coronavírus. Porém, 44 leitos estão vagos da unidade e 112 suportes ventilatórios.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Índice de Transmissibilidade está em 1,01. Vale lembrar que, acima de 1, a taxa indica que a pandemia está tendendo a avanças. Em momento mais crítico da pandemia, o índice chegou a 1,38.






Você pode gostar