Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Covid-19: 299.450 pessoas de 40 a 59 ainda não tomaram a primeira dose da vacina contra covid

Por Catarina Lima 22/07/2021 8h28
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

De acordo com dados coletados na Projeção da População do Distrito Federal por Região Administrativa, do InfoSaúde, da Secretaria de Saúde, e na porcentagem de pessoas vacinadas com a primeira dose da vacina contra covid, dado também fornecida pela SES, por meio do Vacinômetro, 299.450 pessoas de 40 a 59 anos poderão procurar os postos de vacinação de amanhã até domingo, quando acontecerá o mutirão de vacinação contra covid. Não foram consideradas as faixas etárias acima de 60 anos, cuja cobertura vacinal chega a 100% em quase todas as idades.

Além dessas faixas etárias, cerca de 131.685 brasilienses com idade entre 37 e 39 anos também poderão se vacinar, esse número já desconta a parcela de 21,6% das pessoas dessas idades que receberam a primeira dose por fazer parte de grupos já imunizados. O GDF informou, no entanto, que serão disponibilizadas 100 mil doses para a vacinação deste final de semana. A exemplo do que acontece em várias partes do mundo, muitas pessoas não deverão procurar os postos de vacinação, por não desejarem se vacinar.

Em entrevista coletiva realizada na última quarta-feira, dia 28, o secretário de Saúde, Osnei Okumoto, disse que serão abertos 100 postos de vacinação no final de semana. Normalmente, o DF conta com 53 postos. Para se vacinar não será necessário fazer o agendamento. Hoje, a vacinação acontece das 8h às 17h. Amanhã e no domingo, o horário de atendimento ao público é das 9h às 17h. Para quem for receber o imunizante basta levar um documento de identidade, que comprove a idade apta para receber a vacina.

“Teremos postos atendendo com primeira dose; outros com primeira e segunda dose; e outros somente com segunda dose. Organizamos as nossas equipes para que possam atender sem a necessidade de agendamento, como ocorreu lá no início da vacinação. Assim, esperamos vacinar até 100 mil pessoas com a primeira dose neste fim de semana”, afirmou.

Para que o mutirão ocorra da melhor forma, o Governo do Distrito Federal (GDF), capitaneado pela Secretaria de Saúde, destacou 500 profissionais para trabalharem exclusivamente nas bases de vacinação; outras 50 pessoas em 23 carros estarão prontas para a logística e distribuição das doses, inclusive se houver necessidade de reposição.

De acordo com a Secretaria, após o mutirão deste fim de semana, a população que se enquadra nos requisitos da vacinação pode continuar procurando as unidades de saúde espontaneamente para receber a primeira ou segunda dose.

A expectativa da Secretaria de Saúde é chegar a 300 mil pessoas com a imunização completa até o fim deste mês. Dados recentes do vacinômetro no DF apontam que 51,15% da população acima dos 18 anos (grupo vacinável) já recebeu a primeira dose do imunizante, enquanto 20,27% já completou o ciclo com as duas doses aplicadas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar