Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Capelão: Ombro amigo nas horas mais difíceis

Diones é filiado ao Conselho Federal de Capelania e seu trabalho colabora para o bem-estar dos pacientes, dos familiares e profissionais da saúde

Foto: Agência Saúde

Os pacientes do Hospital Regional de Taguatinga (HRT) agora podem contar com um ombro amigo para as adversidades e dificuldades. O trabalho voluntário do capelão Diones Aguiar acontece desde 2018 e tem dado apoio espiritual para os internados da unidade.

Diones, que é pastor da Igreja Assembleia de Deus, é filiado ao Conselho Federal de Capelania e seu trabalho colabora para o bem-estar dos pacientes, dos familiares e profissionais da saúde.  “Para fazer esse trabalho tem que ter empatia e, com isso, a satisfação do meu trabalho é tão grande quanto a de quem recebe o trabalho feito”, explica o pastor. As visitas ocorrem duas vezes por semana entre 7h e 19h.

O capelão, que é um ministro religioso que presta assistência espiritual as pessoas, visita as enfermarias, o pronto-socorro, internação, centro cirúrgico, pediatria e demais alas do hospital, e os atendimentos podem ser feitos em grupo ou individual. “Entendendo a necessidade de cada um e levando esperança, eu fico muito feliz em poder ajudar com uma boa palavra e de poder auxiliar quando tenho que dar notícias desalentadoras”, afirma Diones.

Acima de tudo, Diones trabalha para suavizar a ansiedade e angustia de todos, transmitindo as informações de forma menos técnica. “Por muitas vezes, o paciente ou familiar se encontra ansioso pelo momento que está passando. E uma palavra de conforto, uma notícia de como ele se encontra, o esclarecimento de um diagnóstico de forma menos técnica, traz tranquilidade e calma para aquela pessoa” enfatiza Diones.

Internado há 45 dias, Odinal Pereira de Sousa, de 65 anos, fala da importância das visitas do capelão na enfermaria. “Ele passa aqui sempre que está de plantão, traz palavras de conforto e alegria para a gente, eu me sinto muito agradecido pelas visitas dele, me sinto amparado”, agradece.

A empatia, o cuidado, e a responsabilidade emocional com a dor das pessoas, fizeram com que o trabalho desenvolvido pelo pastor Diones fosse reconhecido pela direção do HRT e pelas manifestações positivas e elogios registrados pelos pacientes por meio da Ouvidoria. Os elogios também vêm da equipe do hospital, como relata a médica emergencista do pronto-socorro do HRT, Camila Alves de Mello.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“O serviço prestado no pronto-socorro pelo capelão, senhor Diones Aguiar, é de grande valia para a equipe médica. Ele é sempre prestativo e trata com empatia os pacientes e funcionários. É fundamental a presença do serviço de capelania no pronto-socorro diante da necessidade de apoio aos familiares dos nossos pacientes ao receber más notícias. Dessa forma, eles têm um suporte diante da dificuldade que é ter um ente hospitalizado”, destaca a médica que ressalta a importância da ajuda do pastor no campo espiritual.






Você pode gostar