Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasília

Banco comunitário de Cadeiras de Rodas e Contraturno Esportivo será criado

Serão emprestadas muletas, bengalas, andadores, cadeiras de rodas e outros apoios de apoio à locomoção de pessoas deficientes

Foto: Agência Brasil

A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) da Câmara Legislativa aprovou, nesta terça-feira (11), a criação do Banco Comunitário de Cadeiras de Rodas, cujos equipamentos serão obtidos por meio de doações. Sendo assim, poderá serem emprestadas muletas, bengalas, andadores, cadeiras de rodas e outros aparelhos de apoio à locomoção de pessoas deficientes, com mobilidade reduzida ou acamadas no DF.

O gerenciamento será feito pela Secretaria de Estado competente, concedendo-se prioridade no atendimento às pessoas que, comprovadamente, não tenham condições financeiras para a aquisição dos aparelhos.

Este direito, mesmo garantido por lei, nem sempre é atendido de forma célere pelo SUS. “Como um meio de facilitar, bem como promover a igualdade social, acessibilidade e a autonomia é que apresentamos o projeto de lei”, justifica o autor da proposta Robério Negreiros (PSD).

​​​​​​​Na mesma reunião, a Comissão aprovou PL 2070/2018, de Rafael Prudente (MDB), que estabelece o Contraturno Esportivo nas Escolas Públicas e nos Centros Olímpicos Distritais. De acordo com Prudente, a proposta vai possibilitar aos jovens “um maior contato com os fundamentos das diversas modalidades olímpicas, cuja dimensão é social, permitindo a oportunidade de participar de campeonatos e, assim, construírem uma carreira longe das drogas e dos vícios”

As informações são da Agência CLDF






Você pode gostar