fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Brasil

Vídeo: atirador quebra portão, invade igreja e abre fogo contra fieis

Rudson puxa grade e adentra porta da igreja. A data do vídeo está errada por conta do equipamento de gravação das imagens

Willian Matos

Publicado

em

PUBLICIDADE

Da redação
redacao@grupojbr.com

O massacre de Paracatu chocou a todos na manhã desta terça-feira (21).
Rudson Aragão Guimarães, 39, matou a ex-namorada a facadas, entrou em uma igreja atrás do pastor (atual namorado da moça) e matou mais três pessoas. Câmeras de segurança mostram o momento em que ele quebra o portão e adentra o local para cometer o crime.

No vídeo, que circula nas redes sociais, é possível ver que o homem chega ao portão e puxa uma das barras da grade. Ele emprega tanta força que é arremessado para trás quando consegue quebrar a grade.

Em seguida, ele abre uma porta e, enfim, chega à igreja. Uma mulher, aparentemente assustada, abre a porta. Neste momento da filmagem, um ônibus passa na rua e fica na frente da câmera, o que impede deduzir se Rudson a puxou de volta ou se ela voltou por conta própria.

Ao entrar na igreja, o atirador conversa com as vítimas, saca a arma e abre fogo contra as pessoas que estavam no interior da igreja. Veja abaixo:

No vídeo, a data de 20 de abril está errada por conta do equipamento de gravação das imagens.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Saiba quem são as vítimas

Heloísa Vieira Andrade, 59 anos, era ex-namorada de Rudson e foi morta a facadas dentro da casa familiares do atirador.

Marilene Ronaldo Melo, 38 anos, estava na igreja na hora do ataque

Rosangela Albernaz, 50 anos, estava na igreja na hora do ataque e foi quem chamou a polícia

Antônio Roma, 67 anos, era pai do pastor, Evandro Roma, atual namorado de Heloísa. Rudson foi à Igreja atrás de Evandro, que sobreviveu e está internado no Hospital Municipal de Paracatu (HMP).

Boletim médico

A equipe cirúrgica do Hospital Municipal de Paracatu (HMP) divulgou o quadro clínico do atirador, Hudson Aragão Guimarães. Ele está internado na Unidade de Terapia Intensiva no Hospital após passar por cirurgia. O quadro clínico é estável, ele já respira sem ajuda de aparelhos mas não tem previsão de alta. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Uma das vítimas, Evandro Roma, está internado na enfermaria do mesmo hospital. O quadro clínico é estável e ele está sob os cuidados da equipe cirúrgica. 

Confira o momento do socorro do atirador


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade