Siga o Jornal de Brasília

Brasil

Vídeo: atirador quebra portão, invade igreja e abre fogo contra fieis

Rudson puxa grade e adentra porta da igreja. A data do vídeo está errada por conta do equipamento de gravação das imagens

Publicado

em

Publicidade

Da redação
redacao@grupojbr.com

O massacre de Paracatu chocou a todos na manhã desta terça-feira (21).
Rudson Aragão Guimarães, 39, matou a ex-namorada a facadas, entrou em uma igreja atrás do pastor (atual namorado da moça) e matou mais três pessoas. Câmeras de segurança mostram o momento em que ele quebra o portão e adentra o local para cometer o crime.

No vídeo, que circula nas redes sociais, é possível ver que o homem chega ao portão e puxa uma das barras da grade. Ele emprega tanta força que é arremessado para trás quando consegue quebrar a grade.

Em seguida, ele abre uma porta e, enfim, chega à igreja. Uma mulher, aparentemente assustada, abre a porta. Neste momento da filmagem, um ônibus passa na rua e fica na frente da câmera, o que impede deduzir se Rudson a puxou de volta ou se ela voltou por conta própria.

Ao entrar na igreja, o atirador conversa com as vítimas, saca a arma e abre fogo contra as pessoas que estavam no interior da igreja. Veja abaixo:

No vídeo, a data de 20 de abril está errada por conta do equipamento de gravação das imagens.

Saiba quem são as vítimas

Heloísa Vieira Andrade, 59 anos, era ex-namorada de Rudson e foi morta a facadas dentro da casa familiares do atirador.

Marilene Ronaldo Melo, 38 anos, estava na igreja na hora do ataque

Rosangela Albernaz, 50 anos, estava na igreja na hora do ataque e foi quem chamou a polícia

Antônio Roma, 67 anos, era pai do pastor, Evandro Roma, atual namorado de Heloísa. Rudson foi à Igreja atrás de Evandro, que sobreviveu e está internado no Hospital Municipal de Paracatu (HMP).

Boletim médico

A equipe cirúrgica do Hospital Municipal de Paracatu (HMP) divulgou o quadro clínico do atirador, Hudson Aragão Guimarães. Ele está internado na Unidade de Terapia Intensiva no Hospital após passar por cirurgia. O quadro clínico é estável, ele já respira sem ajuda de aparelhos mas não tem previsão de alta. 

Uma das vítimas, Evandro Roma, está internado na enfermaria do mesmo hospital. O quadro clínico é estável e ele está sob os cuidados da equipe cirúrgica. 

Confira o momento do socorro do atirador


Você pode gostar
Publicidade