fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Brasil

Quase 30% testam positivo para Covid-19 em ação na zona leste de SP

A região foi escolhida por ser um dos bairros com a maior incidência da Covid-19, na capital paulista, considerando as regiões de maior vulnerabilidade social do município

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Alfredo Henrique
São Paulo, SP

Quase 30% de 3.593 testes rápidos da Covid-19 aplicados no bairro União Vila Nova, que fica no distrito de Jacuí, zona leste da cidade de São Paulo, deram positivo, segundo a Secretaria Estadual da Habitação.

Os resultados parciais foram divulgados nesta sexta-feira (17). Os testes rápidos ocorreram entre terça e quarta-feira (15).

A região foi escolhida por ser um dos bairros com a maior incidência da Covid-19, na capital paulista, considerando as regiões de maior vulnerabilidade social do município.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo Fernando Marangoni, secretário executivo da Habitação, 5% das pessoas tiveram a Covid-19, mas já se recuperaram, 29% estão contaminadas, 63% testaram negativo e 3% tiveram resultados inconclusivos.

“Esse número [29%] de casos confirmados é significativo. Ele demonstra, também, que realizamos os testes no lugar certo, para que ações nesta região sejam planejadas”, explicou. Quem testou positivo, no teste rápido, foi submetido ao teste chamado PCR, para contraprova, nesta quinta e sexta.

Pessoas comprovadamente infectadas com o vírus, disse ainda Marangoni, passam “imediatamente” por uma consulta médica na UBS (Unidade Básica de Saúde) da região, entrando para o programa de monitoramento de saúde municipal e ficando também em isolamento, por no mínimo 14 dias. “Essas pessoas são acompanhadas por profissionais de saúde da região, incluindo seus parentes”, afirmou o secretário.

O mapeamento das áreas vulneráveis da capital paulista, com alta incidência de morte pelo novo coronavírus, foi realizado pela Secretaria de Habitação do Estado de São Paulo e levou em consideração dados epidemiológicos como número de óbitos e de casos registrados, além dos fatores sociais de cada bairro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na próxima semana, o governo pretende realizar o mesmo tipo de testagem na Brasilândia (zona norte) e em Santo André (ABC). As datas ainda serão confirmadas.

Os dados serão compartilhados com os outros órgãos estaduais e com as prefeituras que participarem futuramente das ações. “O mapeamento permite verificar com mais precisão quais localidades dentro dos bairros estão sendo atingidas pela doença “, afirmou o secretário, em entrevista ao jornal Agora na quarta (15).

As informações são da FolhaPress




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade