fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Brasil

Prefeitura do Rio suspende pagamentos

Decisão afeta 13º Salário de funcionários do Estado. Colapso na Saúde levou a gestão Crivella a optar pela suspensão

Willian Matos

Publicado

em

PUBLICIDADE

A Prefeitura do Estado do Rio de Janeiro suspendeu todos pagamentos que seriam realizados pelo município. A decisão foi publicada nesta terça-feira (17) no Diário Oficial do município.

O objetivo é ajustar o caixa. A publicação atribui a falta de recursos aos “arrestos determinados pela Justiça do Trabalho para pagamento de salários atrasados de funcionários terceirizados da saúde municipal”. Na semana passada, por conta do atraso de pelo menos dois meses nos salários de servidores municipais da saúde, a Justiça determinou o arresto de R$ 300 milhões nas contas da Prefeitura. Segundo o secretário, a suspensão dos pagamentos seria necessária para ajustar as contas do município depois dos pedidos de arresto.

A decisão afeta o 13º de funcionários do Estado. Em entrevista exclusiva ao jornal O Globo, o secretário municipal de Fazenda, César Barbiero, afirmou que o pagamento da segunda parcela do benefício, previsto para esta terça-feira, está suspenso e que não há prazo para que seja pago: “O objetivo é arrumar as contas”, disse. “Com isso, os pagamentos da segunda parcela do 13º salário de servidores e fornecedores estão suspensos. Espero retornar tudo assim que possível”, completou.

Crise na Saúde

A Saúde do Rio vive em crise: funcionários estão há dois meses sem receber. Além disso, falta medicamentos nas unidades. O prefeito Marcelo Crivella pediu ajuda ao Governo Federal, e o Ministério da Saúde prometeu repassar R$ 152 milhões. A primeira parcela, de R$ 76 mi, deve ser paga nesta quarta (18).

A prefeitura informa que a suspensão é pontual e pode ser revertida.


Leia também
Publicidade