fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Brasil

Oxford e AstraZeneca querem uso emergencial de vacina contra covid-19 no Brasil

Representantes das instituições participarão de reunião com o Ministério da Saúde, a Fiocruz e a Anvisa para tratar do assunto

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

O laboratório AstraZeneca e a Universidade de Oxford, responsáveis pela produção da vacina contra a covid-19 que já tem acordo para distribuição no Brasil, informaram, segundo o jornal O Globo, que enviarão os dados referentes às últimas análises para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A medida busca a autorização para utilizar o imunizante de forma emergencial no Brasil.

A informação inicial é de que representantes das duas instituições participarão, nesta segunda-feira (23), de reunião com o Ministério da Saúde, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e a Anvisa para tratar do assunto. Em comunicado, informaram que a vacina tem eficácia média de 70%.

Nos testes, a vacina foi administrada de duas formas diferentes: na primeira delas, os voluntários receberam metade de uma dose e, um mês depois, uma dose completa. Nesse grupo de voluntários, a eficácia foi de 90%. Já no segundo grupo, que recebeu duas doses completas da vacina, a eficácia foi reduzida a 62%. Esses dois resultados permitiram obter eficácia média de 70%.

Essas conclusões foram possíveis a partir dos testes de fase 3 – a última etapa dos estudos – realizados na Inglaterra e no Brasil.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Com informações do Estadão Conteúdo




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade