fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Brasil

Ministério Público e polícia investigam desvios em contratos na saúde do Rio

Segundo investigações, a antiga gestão do Instituto de Atenção Básica e Avançada de Saúde recebeu R$ 4,3 bilhões entre os anos de 2009 e 2019

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

O Ministério Público (MP-RJ) e a Polícia Civil (PC-RJ) investigam desvios em contratos do Instituto de Atenção Básica e Avançada de Saúde (Iabas) com a prefeitura do Rio de Janeiro. Na manhã desta quinta-feira (23), cinco acusados foram presos.

Os desvios somam R$ 6,5 milhões. Segundo investigações, a antiga gestão do Iabas, dirigida por Eduardo Cruz, recebeu R$ 4,3 bilhões entre os anos de 2009 e 2019, nas gestões de Eduardo Paes e Marcelo Crivella.

Hospitais de campanha

A operação também investiga irregularidades na instalação e gestão de hospitais de campanha do governo do Rio. O esquema envolvia superfaturamento e contratações de fornecedores laranjas, que eram supostamente controlado pelo próprio presidente do Iabas, Eduardo Cruz.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade