Siga o Jornal de Brasília

Brasil

Investigação de esquema chefiado por vereador leva a mais um preso

O vereador André Carús (MDB) está preso desde o dia 1º. Ele é suspeito de obrigar assessores a tirar empréstimos consignados e entregar o dinheiro para ele.

Publicado

em

Publicidade

A investigação do esquema de captação de recursos através de empréstimos dos funcionários, chefiado pelo vereador de Porto Alegre André Carús (MDB), levou a mais um preso na última segunda-feira (7).

O vereador está preso desde o dia 1º, durante operação na Câmara de Vereadores. Ele é suspeito de obrigar assessores a tirar empréstimos consignados e entregar o dinheiro para ele. Este foi o terceiro funcionário preso envolvido no esquema, conforme a polícia.

No fim de semana, Carús teve o mandado temporário renovado para mais cinco dias, o que deve ir até o dia 10. Ele foi enviado à Cadeia Pública de Porto Alegre. O vereador está de licença do cargo.

Conforme o diretor do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), delegado Marcus Viafore, a prisão foi temporária — dura por cinco dias, e podem ser prorrogados.

Publicidade

“Estamos investigando, em princípio, o crime de concussão, que é exigir vantagem indevida a partir do seu cargo público, valendo-se do cargo público, e também associação criminosa”, disse o delegado responsável pela investigação, Max Ritter.

O esquema foi revelado por uma ex-assessora.


Você pode gostar
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *