fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Brasil

Brasileira é a primeira a ser diagnosticada com variante sul-africana da covid-19

Aos 45 anos, ela teve covid-19 duas vezes, em junho e em outubro do ano passado

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Nos últimos dias cientistas brasileiros identificaram, em Salvador, o primeiro caso de reinfecção para o novo coronavírus com uma mutação encontrada, inicialmente, na África do Sul. A linhagem brasileira e a sul-africana, apesar de diferentes, compartilhar a mesma mutação: E484K.

Segundo o jornal O Globo, se faz necessário o estudo para entender se essa mutação afeta a eficácia contra os imunizantes que estão sendo produzidos.

A descoberta já foi comunicada ao Ministério da Saúde e às autoridades de saúde da Bahia e o estudo foi liderado por Bruno Solano, do Instituto D’Or de Ensino e Pesquisa (IDOR) e do Hospital São Rafael, em Salvador e enviado à revista Lancet.

“Esse tipo de estudo é essencial para compreender a propagação da pandemia e identificar a tempo mudanças no vírus que possam ter impacto na transmissão e nas vacinas”, disse Solano ao portal de notícias.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A identificação da mutação é de uma executiva da área de saúde. Aos 45 anos, ela teve covid-19 duas vezes, em junho e em outubro do ano passado. A primeira infecção foi com a primeira variante e a segunda, de acordo com análise genética, foi com a nova variante.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade