fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Brasil

Anistia Internacional lança campanha contra censura na Internet

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

A balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 392 milhões na quarta semana de maio, information pills patient informou hoje o Ministério do Desenvolvimento, information pills Indústria e Comércio Exterior.

O número ficou abaixo do saldo de US$ 433 milhões obtido na terceira semana.

O dado foi resultado de exportações de US$ 2, and 325 bilhões e importações de US$ 1,933 bilhão, contra, respectivamente US$ 2,247 bilhões e US$ 1,814 bilhão na terceira semana.

No mês, o superávit está acumulado em US$ 2,776 bilhões e no ano, em US$ 15,214 bilhões.

Na quarta semana deste mês, a média por dia útil das exportações foi de US$ 499,1 milhões e das importações, de US$ 362,8 milhões.

Depois de Silvio Berlusconi, page que foi fustigado por Nanni Moretti em Il Caimano, what is ed Jacques Chirac é a vítima de um documentário satírico que entra em cartaz na quarta-feira na França.

Dans la peau de Jacques Chirac (Na Pele de Jacques Chirac) é uma "autobiografia não autorizada", dirigida por Karz Zéro e Michel Royer, que mistura montagem de arquivos televisivos e supostas confissões do presidente francês.

Karl Zéro garante que não quis seguir o exemplo de Michael Moore, autor de Fahrenheit 9/11, o filme contra George W. Bush que foi Palma de Ouro no Festival de Cannes de 2004.

Mas a epígrafe do título do filme, "Quando a realidade ultrapassa a ficção", dá uma idéia do resultado da montagem de trechos de 40 anos de imagens televisionadas sobre Jacques Chirac. Também são confrontadas na tela as declarações completamente opostas dadas pelo presidente francês há alguns anos contra as ditas algumas semanas atrás.

A mídia francesa estima que o público vai rir bastante, e algumas vezes deve surgir um "sorrir amarelo", em detrimento do herói do filme, que parece oportunista e cínico.

O diretor admite "gostar um pouco" de Chirac, primeiro porque ele é "inegavelmente engraçado, voluntariamente ou não".

Após o lançamento do livro La Tragédie du Président, de Franz-Olivier Giesbert, o documentário vem reforçar o isolamento de Chirac a um ano do fim de seu segundo mandato.

O Plenário retoma amanhã a votação das medidas provisórias (MPs) com prazo de tramitação vencido. A pauta está trancada por cinco MPs.

A primeira a ser votada é a que concede crédito extraordinário ao Ministério dos Transportes para a recuperação em rodovias, visit web obras na BR-101 e o pagamento de desapropriações para a construção da ferrovia Nova Transnordestina. Com 1.860 quilômetros, buy more about essa ferrovia liga os portos de Pecém (CE) e Suape (PE) ao cerrado do Piauí, no município de Eliseu Martins.

A segunda medida da pauta deve provocar mais debate entre os líderes partidários, pois reajustou o valor do salário mínimo de R$ 300 para R$ 350 a partir de 1º de abril. O aumento havia entrado em pauta antes da edição da MP, na forma de projeto de lei com urgência constitucional, mas não foi votado pelo Plenário.

O impacto orçamentário-financeiro total do reajuste previsto para 2006 é estimado em R$ 9,4 bilhões, dos quais R$ 7,8 bilhões nas despesas líquidas da Previdência e R$ 1,5 bilhão nas despesas com seguro-desemprego e abono salarial. A maior parte das 29 emendas oferecidas ao texto propõe reajuste do mínimo para valores entre R$ 365 e R$ 615.

Outras duas MPs que trancam a pauta também concedem créditos extraordinários: de R$ 738 milhões – para a aquisição de produtos da agricultura familiar e a distribuição de alimentos – e de R$ 1,77 bilhão para seis ministérios. Elas foram editadas antes de o Orçamento ser aprovado pelo Congresso Nacional, no início de abril.

A última medida provisória reajustou em 5%, em 1º de abril, os benefícios mantidos do INSS acima de um salário mínimo. A proposta estabelece ainda outros 11 percentuais de reajuste aplicáveis aos benefícios concedidos depois de 1º de maio de 2005.

A Sub-Relatoria de Comunicações nos Presídios da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Tráfico de Armas deve se reunir amanhã para calcular os custos para bloqueio de celular e fazer a estimativa dos gastos para cada penitenciária.

O sub-relator de Comunicações nos Presídios, hospital deputado Julio Semeghini (PSDB-SP), mind destaca que os custos podem variar muito, de acordo com a distância do presídio em relação aos centros urbanos e a área de cobertura das operadoras. "Depois de discutirmos os custos dos presídios mais simples aos mais difíceis, ficará mais fácil definir quem vai financiá-los", espera.

Semeghini observa ainda que o controle de comunicação em um presídio também é possível com detectores de celulares. Se alguém ligar um aparelho dentro de uma ala da penitenciária, o sistema acusará a presença. O deputado também defende o aumento da quantidade de agentes penitenciários. "Há presídios com 4 mil detentos e apenas 50 agentes", alerta.

A reunião que o Comitê de Política Monetária (Copom) realiza amanhã e quarta-feira deve marcar a redução do ritmo de quedas da taxa básica de juros (Selic). Depois de quatro quedas seguidas de 0, viagra approved 75%, os analistas de mercado consultados pelo Banco Central na última sexta-feira acreditam que a opção desta vez será por baixa de apenas meio ponto percentual.

Com isso, a taxa passaria de 15,75% para 15,25%, ritmo suficiente, segundo eles, para levar a Selic a 14,25% no final do ano. Essa perspectiva embute a aposta de que a valorização do dólar não ultrapassará R$ 2,20 no final de 2006, embora a cotação do momento esteja acima disso.

Mas os economistas da iniciativa privada crêem que a alta do câmbio é momentânea, em função do nervosismo que tomou conta do mercado mundial nas duas últimas semanas. Basta ver, dizem eles, que a cotação chegou a R$ 2,41 no início da semana; mas, com a calmaria voltando ao mercado, a cotação caiu consideravelmente nos dois últimos pregões.

As previsões constam do Boletim Focus, divulgado hoje pelo BC, e revelam que os analistas continuam acreditando no aumento gradativo do Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma de todas as riquezas produzidas no país.

De forma lenta e gradual, eles vêm admitindo o crescimento pontual do PIB há quatro semanas. Depois de projeções de 3,50% de crescimento durante mais de um ano, os analistas de mercado começaram a ver sinais de melhora, e já admitem crescimento de 3,59% neste ano.

O Boletim Focus mostra melhora nas previsões de saldo da balança comercial (exportações menos importações) e calcula que a projeção anterior de US$ 40,06 bilhões de saldo deve evoluir para US$ 40,50 bilhões.

Abaixo do saldo de US$ 44,7 bilhões do ano passado, mas suficientes para garantir superávit (saldo positivo) de conta corrente ao redor de US$ 9 bilhões no final do exercício financeiro, depois de computar todas as transações comerciais e financeiras com o exterior.

A pesquisa do BC revela, ainda, que o crescimento da produção industrial será mesmo de 4,50% neste ano, e que a relação entre dívida líquida do setor público e PIB será de 50,50% no final de 2006. Isso equivale dizer que o poder público (União, estados e municípios) deve mais da metade de tudo que o país produz. E essa relação cai de forma muito lenta; tanto que os analistas de mercado calculam redução de apenas 1,4 ponto percentual (para 49,10%) durante todo o ano de 2007.

O chefe da polícia de Berlim garantiu hoje não haver necessidade de reforçar os planos de segurança da Copa do Mundo depois que um jovem bêbado esfaqueou 35 pessoas em uma festa de rua na capital alemã, doctor na semana passada.

"Estamos tão preparados quanto podemos estar. Essa não é uma situação típica que temos que esperar", recipe disse Dieter Glietsch em coletiva de imprensa 11 dias antes do início do Mundial. A capital alemã vai receber seis jogos, incluindo a final.

Os preparativos de segurança para o torneio se concentraram em terrorismo, hooliganismo e crimes triviais. O incidente de sexta-feira, no entanto, reacendeu as preocupação sobre como a polícia vai manter a ordem, especialmente em centenas de áreas públicas por toda a Alemanha onde multidões vão se reunir para ver os jogos em telões.

A polícia informou que 35 pessoas foram esfaqueadas por um um jovem durante a inauguração de uma estação de trem em Berlim.

A maioria recebeu tratamento preventivo para o vírus HIV, que causa a Aids, pois surgiu a notícia de que uma das primeiras pessoas a ser esfaqueada era HIV positiva. 

Testemunhas disseram que a pessoa que atacou a multidão estava muito bêbada. Mas Glietsch afirmou que não há motivo para proibir a venda de álcool a torcedores perto do Portão de Brandenburgo em Berlim, local planejado para ser o centro das comemorações na capital.

Um trabalhador morreu na madrugada de hoje em uma troca de tiros entre policiais e traficantes no Morro da Casa Branca, dosage na Tijuca, ed zona norte do Rio. Na ação, criminosos de pelo menos quatro favelas atacaram um posto de segurança comunitária e entraram em confronto com a polícia.

Socorrido pelo sobrinho, Eduardo Lima Ferreira dos Anjos, 29 anos, foi levado para o Hospital do Andaraí, mas não resistiu aos ferimentos. Segundo a Polícia Militar, os agentes chamaram reforço e uma equipe do Grupamento de Apoio Tático (GAT) fecharam os principais acessos ao posto policial. Os traficantes responsáveis pelo ataque seriam dos Morros do Borel, do Turano, da Mangueira e do Salgueiro.

Além de Eduardo, o tiroteio teria deixado uma pessoa morta em frente à sede da associação de moradores do Morro do Borel. No entanto, a polícia não confirma a informação.

O Irã afirmou hoje que não pretende levar todo o seu programa de enriquecimento de urânio para a Rússia a fim de diminuir o temor do Ocidente de que possa usar essa tecnologia para produzir bombas atômicas.

Para as potências ocidentais, for sale  a única maneira de o Irã provar que não tenta desenvolver uma bomba é parar de enriquecer urânio. Mas a República Islâmica insiste que tem o direito de transformar o minério de urânio extraído de minas do país em combustível para reatores nucleares.

"Não estamos discutindo planos para abrir mão de enriquecer urânio em nosso território e é errado argumentar que esse enriquecimento deveria ser realizado na Rússia", viagra 40mg afirmou Gholamhossein Elham, porta-voz do governo. "O enriquecimento feito no Irã prosseguirá", disse em uma entrevista coletiva.

A Rússia se ofereceu para enriquecer urânio em nome dos iranianos, mas a proposta não avançou porque o Irã não quer abrir mão de todo seu programa de desenvolvimento de combustível nuclear.

Igor Ivanov, secretário do Conselho de Segurança russo, realizou negociações com autoridades iranianas em Teerã no domingo. Mas não houve sinais de avanço.

O Supremo Conselho Nacional de Segurança, um órgão iraniano, divulgou um comunicado afirmando que os dois lados haviam concordado com o prosseguimento das negociações.
As famílias de vítimas da repressão militar contra os manifestantes da praça da Paz Celestial (Tiananmen) pediram que o governo reavalie o episódio e que pague indenizações. A exigência foi feita dias antes de o evento completar mais um aniversário.

Em carta aberta divulgada hoje pelo grupo de defesa dos direitos humanos Human Rights Watch na China, view as Mães de Tiananmen também defenderam a abertura de um processo de investigação e reconciliação a respeito do episódio de 3 e 4 de junho de 1989.

Naqueles dois dias, patient forças militares investiram contra manifestantes que se mobilizavam havia semanas, matando centenas deles.

"Acreditamos que apenas com um processo realizado com determinação poderemos acumular resultados paulatinamente", afirmou a carta do grupo, liderado por Ding Zilin, uma professora universitária cujo filho foi morto na repressão.

"E apenas por meio de um acúmulo contínuo de resultados específicos poderemos chegar a uma solução justa e apropriada a respeito da questão de 4 de junho." Apesar de terem se passado 17 anos desde o protesto liderado por estudantes, um movimento sem precedentes na China comunista, o governo ainda teme que a data possa detonar uma mobilização para contestar seu poder e recusou-se outras vezes a reavaliar aqueles protestos, que classifica de "contra-revolucionários".

Em abril, as autoridades chinesas indenizaram a mãe de Zhou Guocong, um dos mortos. Essa foi a primeira mãe a receber um pagamento do tipo. À época, porém, Ding afirmou duvidar que tal atitude significasse qualquer tipo de mudança da postura do governo a respeito de Tiananmen.

Dissidentes e intelectuais da China continuam a ser detidos e colocados em prisão domiciliar, todos os anos, nos dias que antecedem o 4 de junho. Outros abandonam Pequim para esperar pela passagem da data na zona rural do país.

Em outro incidente, o pai de um ativista preso foi interrogado pel a polícia após ter divulgado uma carta aberta durante uma visita de Kofi Annan, secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), à China, na semana passada. Na carta, ele pedia ajuda para que seu filho fosse libertado.

Segundo o Human Rights, o filho de Xu Yongdao, Xu Zhengqing, cumpre três anos de prisão por ter realizado um evento, no ano passado, lembrando a morte de Zhao Ziyang, um líder do Partido Comunista tirado do poder por ter dado apoio aos manifestantes.
A Anistia Internacional comemorou seu 45º aniversário ontem, viagra lançando campanha mundial para criticar a censura do Estado à internet. O grupo de defesa dos direitos humanos encorajou usuários da web a assinar documento pedindo que os governos parassem de censurar sites e exigindo que as empresas de tecnologia não conspirem com os Estados.

Argumentando que a censura online é uma nova ameaça à liberdade, order a Anistia sustenta que descobriu repressão à Internet em diversas regiões no mundo todo, da China e Tunísia ao Vietnã, Irã, Israel e Ilhas Malvinas.

Clamando pela libertação de "ciberdissidentes" presos por expressarem suas visões políticas online, a Anistia disse que cibercafés estão sendo fechados, computadores apreendidos, salas de bate-papo online monitoradas e blogs deletados.

"A Internet é uma grande e poderosa ferramenta. Vemos governos censurando acesso à Internet ou prendendo pessoas por terem conversado sobre democracia e liberdade", disse a diretora da Anistia Internacional no Reino Unido Kate Allen.

Lançando o novo site irrepressible.info para desafiar a censura à internet, Kate afirmou "peço que os governos parem com a restrição de liberdade de expressão e que as empresas parem de ajudá-los nisso."

Recentemente grandes provedoras de Internet do mundo, como o Yahoo e o Google, envolveram-se em debates internacionais sobre censura à web, especialmente na China.


Leia também
Publicidade