fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Sem Firula

Más notícias

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Parece até perseguição.

A pior notícia que a torcida do Flamengo poderia receber na noite de quarta-feira não veio de Porto Alegre, onde seu time enfrentou e perdeu para o Internacional.

A Nação lamentou, isso sim, muito, o que aconteceu em Fortaleza, com o Ceará – e não pensem que me confundo falando da derrota do rubro-negro para o Vozão, que aconteceu domingo, no Maracanã.

Ao derrotar o Corinthians, por 2 a 1, o Ceará provocou a demissão de Osmar Loss, treinador corintiano, substituído nesta quinta-feira por Jair Ventura Filho, que já treinou o Botafogo e o Santos e fora alvo do interesse corintiano quando Osvaldo de Oliveira deixou o time – acabou preterido pela solução caseira Carille, à época.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Mas… Por que a demissão do treinador do Timão pode ser tão ruim para o Flamengo, pior do que perder para o Colorado?

Simples…

Mesmo com a derrota, a distância entre o Flamengo e o líder do Brasileiro (agora justamente o Internacional) manteve-se em cinco pontos, ou seja, com a derrota do São Paulo diante do Atlético Mineiro, a diferença do Flamengo para o primeiro lugar, que já foi dele, não mudou.

Já com a demissão de Loss, o Corinthians certamente ganhará um gás (e provavelmente organização) para a semifinal que o Corinthians fará… Contra o Flamengo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Parece que a cartolagem corintiana cansou dos maus resultados de Loss – e o “rebaixou” para auxiliar técnico, função que ocupava antes de Fábio Carille deixar o Parque São Jorge rumo ao mundo árabe.

Aparentemente, o Corinthians quer ver um novo Carille à frente do seu time.

Pelas declarações dos cartolas após o jogo contra o Ceará, o Corinthians considerou que queimou etapas com Loss.
Com Jair Ventura não trouxe propriamente um treinador “cascudo”, mas pelo menos escolheu alguém com algum “passado”.
Aliás, o Flamengo sofre do mesmo problema.

Seu treinador, Maurício Barbieri, outra “novidade” no mercado, já não goza mais de tanto prestígio dentro dos muros da Gávea.
Só que, como o presidente do Flamengo neste momento parece mais preocupado com sua candidatura a deputado…

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Recomeço?

Deu saudade?

Sem dúvida.

Ainda mais porque poderíamos ter ido um pouquinho além.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Mais dois jogos, não necessariamente a decisão entre eles; não festejando o título, mas poderíamos ir além.

Eliminada da Copa da Rússia após a derrota diante da Bélgica, a seleção brasileira volta a campo nesta sexta-feira para enfrentar os Estados Unidos, na terra do Tio Sam.

A convocação de Tite para os dois amistosos (terça-feira enfrentaremos El Salvador, também em território americano) foi confusa.

Apesar de dizer que inicia um trabalho de renovação de olho na Copa do Qatar, em 2022, alguns nomes estão mais para “despedida” do que para “renovação”.

E é um início de trabalho conturbado.

Depois de muito teríamos um camisa 9 de ofício. Só que Pedro, do Fluminense, se contundiu. E como Gabigol, do Santos, só voltou ao módulo artilheiro há pouco, Tite acabou optando por continuarmos sem um centroavante “centroavante”.

A maior incoerência, porém, diz respeito à convocação de jogadores que atuam nos times brasileiros que estão brigando na Libertadores, na Sul-Americana, no Brasileiro, na Copa do Brasil…

Desgaste totalmente desnecessário.

Por que não convocar quem está na Europa, cuja temporada está apenas no início, e sem prejudicar os times nacionais?

Vamos ver o que Tite e seus comandados nos oferecerão.

Rotativo

O Internacional assumiu a primeira colocação do Brasileiro.

Tirou-a do São Paulo, no saldo de gols.

Primeiro lugar que já foi, por dez das 23 rodadas realizadas, do Flamengo.

Pode-se dizer que… Agora vai?

Claro que não.

Há grande equilíbrio no Brasileiro.

Qualquer um dos times que ocupa as cinco primeiras colocações (perdoem torcedores do Atlético Mineiro, mas não vejo seu time com gás, neste momento, para chegar lá) pode ser campeão.

Não podemos esquecer que o Palmeiras está subindo e o Grêmio…

Bem, o Grêmio só pensa naquilo (Libertadores), mas se levar a sério o Brasileiro pode complicar a vida dos rivais.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade