Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

Prazer anal: uma vontade secreta

Neste texto específico, quero focar nas desconstruções de tabus, ou pelo menos gerar questionamentos sobre o porquê ainda continuamos tratando esse assunto como difícil e desconfortável

Por Lu Miranda 09/11/2023 4h07
Arte: Lu Miranda

Em textos anteriores, falei sobre o que é a sexualidade e como se dá essa nossa relação com ela. E quando falamos de prazer anal, entramos em inúmeras questões que vão para além do sexo, como o machismo, o tesão pelo proibido, o desejo pela novidade e o poder relacionado a essas questões. Todavia, neste texto específico, quero focar nas desconstruções desses tabus, ou pelo menos gerar questionamentos sobre o porquê ainda continuamos tratando esse assunto como difícil e desconfortável.

Bora lá?

Tabu e o proibido
O ânus ainda é uma região do corpo humano tratada como tabu em muitas sociedades do mundo. Infelizmente, ainda é associado a pecado ou visto como um lugar sujo vinculado a atos sexuais promíscuos e/ou nojentos. Entretanto, pode existir uma ligação entre o aumento de excitação e a quebra de normas sociais. Ou seja, o fato de ser um tabu pode por si só pode intensificar o prazer daquele que o deseja.

Confiança e intimidade
Abordar esse tema numa relação, amorosa ou não, requer, para muitos, bastante coragem, justamente por envolver tantas crenças ruins a respeito. Sendo assim, conseguir ter uma boa comunicação com a parceria é fundamental. Mas cuidado com os julgamentos automáticos e as caras de nojinho (nosso corpo também fala, viu?!). A disposição de explorar essa prática sexual pode fortalecer a conexão emocional e a intimidade entre as pessoas envolvidas, o que torna a experiência mais intensa e gratificante.

Descobrindo mais sobre a própria sexualidade
Permitir-se explorar novos estímulos pode ser muito empoderador e enriquecedor, tanto individualmente quanto para as outras pessoas envolvidas. Explorar o prazer anal é, para muitos e muitas, uma forma de autoconhecimento e satisfação.

Todavia, é absolutamente relevante alguns cuidados sobre a prática. Saber higienizar de forma correta a região do ânus é uma questão de saúde pública, viu?! Muitas bactérias sobrevivem ali e podem passar para outras áreas do corpo. Sendo assim, o uso da camisinha é muito importante para a não contaminação de ISTs (infecções sexualmente transmissíveis) e outras doenças. A camisinha também é recomendada quanto ao uso de “dildos” e vibradores que sirvam para a penetração, visto que esses objetos, apesar de não causarem gravidez, são capazes, sim, de alterar alguns processos bacterianos e fungicidas no nosso corpo.

Fantasias e desejos
O prazer anal está entre os mais cobiçados, principalmente em relações cis heteronormativas, mas existe um grande preconceito quando o desejo do prazer sexual anal está no masculino, visto que apreciar e ter prazer anal não é coisa de “homem” — ultrapassado esse conceito, tá?!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para que essas fantasias e desejos terminem com final feliz, saber escolher o que será introduzido é muito importante. Nosso ânus tem uma excelente capacidade de sugar, sendo assim, o brinquedo ou objeto em questão precisa ter uma base mais larga, ou alguma cordinha para resgate, caso necessário. Pode parecer brincadeira, mas muitos são os casos em que pessoas, em sua maioria homens, precisam ir ao hospital com objetos suspeitos introduzidos no reto. Que coisa, não?!

Lubrificação, desejo mútuo e consentimento também são indiscutíveis nessa prática.

A verdade é que ninguém deveria ser punido ou julgado por sentir prazer anal ou querer explorar novos estímulos de prazer, ainda que pouco convencionais. Alguns tabus já foram questionados pela ciência, e sabe-se que muitas das “verdades” ditas sobre o prazer anal nada mais são do que mitos e crenças sociais e institucionais. Sendo assim, permita-se conhecer mais sobre sua sexualidade, seus desejos, vontades, curiosidades. Ter desejo por algo é diferente de vivenciar o desejo. Dessa forma, brinque com a sua mente, permita que ela te leve para lugares prazerosos em que nunca foi antes. Solte um pouco a rédea do controle e experimente experimentar. Você merece.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar