Siga o Jornal de Brasília

Mídias e Identidade

Deputados e senadores da Frente Digital vão defender dados abertos e cibersegurança

Ampliar e aprofundar o debate em relação a temas ligados à tecnologia e à digitalização de segmentos da vida cotidiana, popularização da internet no país, uso de aplicativos para mobilidade urbana, cibersegurança, dados abertos e finanças e serviços legais serão assuntos prioridades para a Frente Parlamentar Mista da Economia Digital. O colegiado vai iniciar as atividades na próxima terça-feira (7) em evento no Salão Nobre da Câmara dos Deputados.

Publicado

em

Publicidade

Ampliar e aprofundar o debate em relação a temas ligados à tecnologia e à digitalização de segmentos da vida cotidiana, popularização da internet no país, uso de  aplicativos para mobilidade urbana, cibersegurança, dados abertos e finanças e serviços legais serão assuntos prioridades para a Frente Parlamentar Mista da Economia Digital. O colegiado vai iniciar as atividades na próxima terça-feira (7) em evento no Salão Nobre da Câmara dos Deputados.

A Frente Digital tem adesão de 201 deputados e 11 senadores e conta com o auxílio do Instituto de Cidadania Digital no que se refere às suas missões institucionais. O Instituto, em breve, terá vida própria, com CNPJ, nos moldes de uma think tank (laboratório de ideias). Esse grupo bicameral nasce com o ambicioso objetivo de ser a ponte entre o passado e o futuro do país, preparando o Brasil para a revolução digital em curso e as mudanças impostas por essa revolução”, o deputado federal João Henrique Caldas, o JHC (PSB-AL).

Mais informações:

Mais informações: contato@frenteparlamentardigital

☎ Assessoria de Imprensa: Isabel Carvalho – (61) 98171-6017


Você pode gostar
Publicidade