fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Coluna Marcelo Chaves

Após ataque homofóbico em rede social, Clayton Camargos e Sérgio Morum entram na Justiça

Marcelo Chaves

Publicado

em

PUBLICIDADE

Sócios na Clínica Metafísicos em Brasília, o nutricionista Clayton Camargos e o cirurgião plástico Sérgio Morum foram vítimas de ataques homofóbicos na semana que passou, feitos durante a transmissão de uma live da dupla sobre a pandemia, obesidade, procedimentos estéticos e bem-estar.

O perfil no Instagram @poxajacke11 foi o responsável pelos ataques, digitando nos comentários palavras de baixo calão e extremamente preconceituosas direcionadas para os profissionais, no decorrer da live. Após o ocorrido, Clayton e Sérgio relataram imediatamente os detalhes ao Instagram.

Para a surpresa de ambos, como reposta a rede social disse que por conta da pandemia de covid-19 não iriam conseguir investigar o caso como homofobia. Por conta disso, os sócios decidiram fazer um boletim de ocorrência na delegacia e ingressar na justiça contra o agressor ou agressora.

“O IG baniu o perfil dela após as denúncias. Já nosso advogado, Rodrigo Veiga, com experiência na defesa de minorias e crimes raciais entrará na nesta segunda-feira, dia 22, com uma solicitação em juízo para o Instagram fornecer dados como identidade real, IP e telefone do autor das agressões.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Tudo para que possamos seguir com a denúncia criminal e processo. Doutor Rodrigo está muito confiante que em breve saberemos de quem se trata, pois existe um forte potencial de ser um perfil fake integrante de uma rede especializada em agredir virtualmente população LGBTQI”, revela Clayton.

Fotos: Arquivo Pessoal


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade