Siga o Jornal de Brasília

Histórias da Bola

FAZER O QUÊ?

Publicado

em

1 – A revista carioca “O Cruzeiro” publicou, pela sessão “O impossível acontece”, que o jornal “O Imparcial”, da cidade de São Gabriel, no Rio Grande do Sul, publicara, em sua primeira página, que, jogando pela Copa Roca, em São Paulo, a seleção da Argentina havia vencido o Brasil, por 3 x 3. E que, na mesma noite, em Porto Alegre, o Internacional batera o seu maior rival, o Grêmio, por 1 x 1. Para “O Cruzeiro”, os leitores do hebdomadário gaúcho contavam com uma “crônica esportivas bossa nova” – muito mais do que isso, pois mudara o regulamento internacional sobre o placar no futebol.

2 – Fundador do Gama, maior ganhador de títulos do Campeonato Candango, Hermínio Ferreira Neves, o Tim, ao mudar de ares, fundou o Clube Atlético Brasiliense, que foi vice-campeão amador candango-1980. Para mostrar ao Gama o grande nome da sua nova patota, o centroavante Humberto, ele marcou um amistoso contra o seu ex-clube, para a noite de 23.10.1980, no Bezerrão. E Humberto abriu o placar, aos dois minutos, em jogada de contra-ataque. A alegria de Tim, no entanto, durou só mais oito minutos. O Gama virou o placar, para 6 x 1, no primeiro tempo, e terminou o segundo com 13 x 1 na conta.

3 – Tim queria usar o desenho da estátua dos “Dois Candangos”, de Bruno Giorgio e um dos símbolos de Brasilia, plantada na Praça dos Três Poderes. O escultor até colaborou, autorizando Tim a reproduzi-lo. Mas, em troca, pediu um jogo de camisa – se soubessem do que lhes esperava, os “Dois Canangos” pulariam do escudo do time e encerrariam, por ali, as suas carreiras desportiva.

4 – As vezes, os jogos do Campeonato Candango apresentavam o placar que todo torcedor quer ver escrito no placar. Por exemplo: em 7 de agosto de 1984, o Taguatinga mandou 7 x 0 no Vasco da Gama. Pouco mais de um mês depois – 23.09 – sacudiu 5 x 0 no mesmo adversário – placar acumulado de 12 x 0. No 7 de julho de 1985, o Sobradinho aplicou 7 x 0 Planaltina. Portanto, 19 bolas nas redes. Gols de mais e público de menos. Nos três jogos, o público reunido não chegou 300 torcedores, o que significou que as bilheterias das pugnas não juntaram grana o que pagava o preço de uma bola de boa qualidade.

5 – Em 1964, o Esporte Clube Bahia excursionou à Venezuela e aos Estados Unidos, disputando nove jogos. Venceu só dois – 3 x 1 Deportivo Galícia, em Caracas, e 2 x 0 Bremen-ALE (LA) – empatou três – 0 x 0 Deportivo Itália (Caracas); 2 x 2 Bremen-ALE (Nova York) e 1 x 1 Black Burn Rovers-ING (Los Angeles – e escorregou em quatro – 0 x 1 Deportivo Itália (Caracas); 0 x 1 Hearts (NY); 0 x 2 Lane Rossi-ITA (NY) e 1 x 3 Blackburn (NY). De volta à Bahia, o Bahia foi recebido com um torcedor fanático candango uma berimbauzada na cabeça de um dos seus jogadores – acertou um reserva que não jogara nenhuma partida.


Você pode gostar
Publicidade