fbpx
Siga o Jornal de Brasília
Eixe-se com Rafael Ops Eixe-se com Rafael Ops

Eixe-se

Eixe-se com Rafael Ops

Hoje trazemos para vocês Rafael Ops, um dos artistas mais diferenciados que conhecemos, então se você gosta de música boa e estilo, essa matéria é para você!

Rafael Ops. Foto: Divulgação
Eixe-se

Publicado

em

PUBLICIDADE

Rafael Ops tem 35 anos, é mineiro e mora em Brasília. Além de apaixonado pelo nosso quadradinho, também trabalha como músico, compositor, produtor e DJ. Iniciou sua carreira artística em 2003, durante o curso de Artes Cênicas na UnB e desde então fez parte de diversas bandas, além de dirigir e atuar em peças teatrais. Em 2007 passou a integrar o coletivo de DJs Criolina, com quem iria trabalhar pelos próximos dez anos, como produtor cultural, musical, DJ e designer. A Festa Criolina faz parte da vida cultural de Brasília. Foi responsável por incluir a cidade no circuito da música independente, levando ao planalto central centenas de bandas, produtores e DJs nacionais e internacionais.

“Sou uma pessoa indignada com essa vida que nos foi imposta, de dor e tristeza. Conheci outras formas de ver o mundo muito cedo, convivendo com artistas, punks, acadêmicos e rapidamente já sabia que eu não viveria uma vida “normal”, dentro do sistema escola-trabalho-casa-igreja-clube-banco-televisão-aposentadoria. É como se a arte me conectasse com o divino. Eu vejo cura na arte.” – Rafael Ops

Nos tempos de escola, Rafael teve a oportunidade de contato com o jornalista Rinaldo Costa, que na época era bibliotecário de seu colégio e foi quem o ensinou a tocar violão, emprestou os melhores livros e o apresentou aos melhores discos. Já estava totalmente envolvido no mundo da música, quando decidiu estudar teatro, por achar uma arte mais completa, cheia de possibilidades.

Nos anos em que atuou como DJ, Rafael se apresentou em grande parte do território brasileiro e percorreu cidades da Alemanha, Holanda, Espanha, Eslovênia, Portugal, Bélgica, Dinamarca, Inglaterra, França, Argentina e Austrália. Passou por festivais como Womex, Solidays, Rio Loco, Europalia, Druga Godba, Porto Musical, Feira da Música Brasil e Universo Paralello, entre outros.

Rafael Ops. Foto: Divulgação

Entre 2014 e 2015 viveu em Lisboa estudando produção musical e se apresentando pelo continente. Em 2013 compôs e produziu o álbum “Space Night Love Dance Laser”, com o LIVE PA Sistema Criolina. Em 2017 decidiu se dedicar exclusivamente ao seu trabalho solo, que culminou no lançamento do álbum “Não Ta Tudo Bem”, que figurou como o segundo melhor disco brasileiro de 2017 na lista Melhores da Música Brasileira. Com esse disco destacam-se as participações nos festivais MIL Lisbon Music Network, em Lisboa, Picnik e COMA – Convenção de Música e Arte, em Brasília. Em 2019 lançou o segundo álbum cheio de estúdio, “Lindo Mundo Feio”. Atualmente se prepara pro lançamento do novo single: “Novo Normal”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No ano de 2017, o artista tomou uma decisão difícil: se afastou das dezenas de atividades do Criolina para se dedicar exclusivamente à carreira artística. Além de sentir a necessidade de voltar a compor e cantar, Rafael sentiu a necessidade de parar tudo para unir seus talentos e construir sua carreira musical.

Ser artista musical é um trabalho duro, principalmente em tempos de pandemia em que os ambientes de trabalho dos artistas estão fechados e, consequentemente, diminui pela metade a visibilidade destes. Requer anos de esforço e dedicação, além de muito apoio. Cada artista possui uma grande história, por trás do seu sucesso, que merece ser contada.

Pensando nisso, nós da Eixe-se nos encarregamos de, toda terça-feira, apresentar para vocês os diversos artistas locais do nosso quadradinho, e também contar as histórias de cada um, como forma de dar-lhes apoio, incentivo e mais visibilidade. Continuem ligados na nossa coluna, que toda terça-feira trazemos para vocês uma história inspiradora de algum artista da cidade! E você, já apoiou um artista local hoje?

Redes sociais:
Artista da semana: @rfaelops

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade