Siga o Jornal de Brasília

Do Alto da Torre

Vitória legislativa e Nova RA

O mérito da sessão da criação da nova RA ficou com o presidente da CLDF, Rafael Prudente, que recebeu diversos elogios dos colegas

Publicado

em

Foto: Renato Araujo/Agência Brasília
Publicidade

A aprovação da nova administração do Sol Nascente/Pôr do Sol foi uma vitória da Câmara Legislativa, entendida como um avanço para a região. Para o governador Ibaneis Rocha, trata-se de um novo importante desafio. Aumenta a obrigação, já que parte da região, antes irregular, agora ganhará ares de legalidade.

Esforço dobrado

A responsabilidade do Executivo em desenvolver a região que carece de serviço público só aumenta. No entanto, um problema político pode se criar se o desenvolvimento do local se “tornar uma grande ficção”, lembrou um oposicionista. O futuro administrador, Goudim Carneiro, celebra a vitória”. “Só o fato da legalidade já ajuda. Agora podemos trabalhar, já que o serviço público terá permissão de entrar”.

Condução elogiada

Foto: Carlos Gandra/CLDF

Em clima de festa, a aprovação do projeto fez crescer o capital político do presidente da CLDF, Rafael Prudente (MDB/foto). O mérito ficou com o emedebista que recebeu diversos elogios dos colegas. A alegria chegou ao ponto de já anunciarem voto para a reeleição da presidência da Casa. Um dos distritais resumiu o sentimento. “Conduz a Câmara com maestria”.

Prestígio recompensado

Chamado para se sentar ao lado do presidente, depois de se manter discreto na extremidade da mesa, o administrador da Ceilândia, Fernando Fernandes, que assumiu como deputado para votar, recebeu todo o destaque possível. Ele foi o penúltimo a votar. Um servidor ficou atento à conquista de Rafael Prudente. A sessão lhe garantiu, ao menos, dois apoios políticos importantes, dos administradores da Ceilândia e do Sol Nascente. Para qualquer ambição política, são cerca de 400 mil votos disponíveis.

Repúdio enfático

A Carta produzida na segunda (12) pela OAB local, com cerca de 100 assinaturas, eleva o tom em defesa do exame da Ordem. A ordem vem sendo alvo de ataques, mas tem procurado fortalecer a “trincheira”, como enfatizou um advogado.

Observação pontual

Em um dos momentos de euforia, um político presente disparou críticas efusivas ao ex-presidente da Câmara Federal Eduardo Cunha, preso em Curitiba. Bastou isso para o presidente local da Ordem, Délio Lins e Silva, comentar com o deputado que estava ao lado. “Veja como as coisas são. Eduardo Cunha é meu cliente”. O parlamentar é filiado ao PT e caiu na risada. Lembrando: na advocacia não se observa rosto.

Respeito com preocupação

Para não melindrar um apoio político importante, o governador Ibaneis Rocha telefonou à suplente Telma Rufino (Pros) para tentar amenizar um possível descontentamento por ter sido substituída pelo titular ontem, Fernando Fernandes. A atuação da política, porém, vem sendo em torno da criação da região de Arniqueiras. Nos bastidores, a parlamentar tentou articular uma votação em conjunto com a criação do Sol Nascente, mas problemas técnicos prejudicaram o objetivo.

Nova RA já agendada

A criação da região de Arniqueira manterá o mesmo estilo da votação de ontem. A nova RA será votada já agora em setembro e na “Câmara Mais Perto de Você”. Por falar nisso, o modelo de trabalho itinerante
foi criado pelo pai do atual  presidente da CLDF, Leonardo Prudente.

Ausência de apoio

A presença de apenas três distritais no evento de cooperação entre a CEB e o BNDES no Buriti pode ser um sinal da dificuldade que o governo terá em aprovar as privatizações na Câmara Legislativa. A avaliação foi feita por um técnico presente Por enquanto, especula-se que o governo ainda não possui o quórum necessário para aprovar medidas que alguns setores possam considerar impopulares.

Saúde infantil

Parado desde 1994, o projeto que amplia o número de doenças detectadas pelo teste do pezinho na rede pública, voltou a andar. Brasília já está na frente, já que são mais de 30 doenças. Em média, o país só detecta 6 doenças no teste, mas a intenção será ampliar para 40.

Rotina congressual

Pós-previdência, a Frente Parlamentar Mista da Economia e Cidadania Digital se reuniu ontem no congresso nacional para definir os trabalhos do semestre. Integrante e membro atuante, o deputado federal Professor Israel (PV-DF) contou que o foco central das atividades será a regulamentação das moedas virtuais, a exemplo do Bitcoin. O Brasil é líder em criptoeconomia na América Latina. “O Congresso não pode poupar esforços para garantir a segurança jurídica desse mercado promissor e inovador”, afirma o parlamentar.

“Popstar” político

Logo que publicado, o vídeo de prestação de contas do deputado Jorge Vianna já tinha gerado cochichos de servidores da Câmara Legislativa. O parlamentar está ficando conhecido pelas produções, quase que cinematográficas, mas considerado por muitos, excessivos. Um comentário foi certeiro. “Parece um popstar”.


Você pode gostar
Publicidade