Siga o Jornal de Brasília

Do Alto da Torre

Sol Nascente/Pôr do Sol: nova administração

O administrador da Ceilândia, Fernando Fernandes, assume provisoriamente o cargo de distrital para votar a favor da nova administração

Publicado

em

Publicidade

A Câmara Legislativa vota hoje, em sessão intinerante no próprio local, a criação da região administrativa do Sol Nascente/Pôr do Sol. A medida já está acordada para ser aprovada. Sem previsão de recursos para este ano, a nova estrutura será cedida, inicialmente, pela administração da Ceilândia, mas com prazo limite. O acordo com o GDF é que em 2020 a nova organização terá estrutura própria.

Figurinha colada

Rotulado como sendo contra a separação das RAs, o administrador da Ceilândia, Fernando Fernandes (foto), assume provisoriamente o cargo de distrital para votar a favor da nova administração. Uma forma direta e prática de evitar críticas futuras.

Retorno estratégico

Para garantir a real separação das administrações, Fernando Fernandes também pretende retornar às atividades legislativas em outubro, quando a Câmara deve votar a Lei Orçamentária Anual (LOA). A intenção será impedir que perca recursos ou estrutura por conta da separação. Ele também deve aproveitar para destinar recursos e emendas à Ceilândia.

Ausência de crivo legislativo

Os problemas em torno da nomeação dos presidente e vice-presidente da Junta Comercial parecem não ter fim. Já fazem sete dias desde que os nomes foram sabatinados pela Câmara Legislativa, mas o plenário da CLDF ainda não se debruçou sobre o assunto. O pedido de retirada de pauta tinha
sido feito pelo líder do próprio governo, distrital Cláudio Abrantes, mas parece ter se perdido na gaveta. Ninguém imaginou tanto trabalho.

Repúdio institucional

Organizado pelo presidente, Délio Lins e Silva, a OAB local resolveu promover ontem um ato de repúdio aos ataques que a instituição vem sofrendo. Com a representatividade de estar no centro do poder, o evento contou com a presença de autoridades públicas e juristas de renome. Estava prevista inclusive a presença do presidente da OAB Nacional, Felipe Santa Cruz, e da deputada Bia Kicis (PSL), aliada do governo Bolsonaro.

Reunião dinâmica

A reunião com o presidente da Codeplan, Jean Lima, que tenta transformar o órgão em instituto, durou cerca de uma hora, esclareceu dúvidas, mas teve pouca presença. A todo tempo, entravam e saíam assessores dos gabinetes, mas somente se sentaram para ouvir 10 parlamentares na sala. O real debate se dará quando o GDF deixar de estudar o próprio projeto e enviá-lo à CLDF.

Evento industrial

Representantes da indústria do aço se reúnem em Brasília para discutir o futuro do setor. O Congresso Aço Brasil, mais importante evento da cadeia, acontece nos dias 20 e 21 deste mês e será organizado pelo Instituto Aço Brasil. A organização compõe a Coalizão Indústria, formada por 13 setores que representam cerca de 45% do PIB. Em meio à crise, analisar o cenário se torna necessário.


Você pode gostar
Publicidade