Siga o Jornal de Brasília

Do Alto da Torre

Mudanças à vista I

Agaciel Maia (PR), Rodrigo Delmasso (PRB) e Reginaldo Sardinha (Avante) são cotados para assumir papel chave no Legislativo

Publicado

em

Três nomes transitam pelos bastidores da CLDF para assumir papel chave do governo no Legislativo local. São eles: o experiente Agaciel Maia (PR), líder de outros governos; o vice-presidente da Casa, Rodrigo Delmasso (PRB), que negou à coluna que tenha “perfil para a liderança”, e o recém-chegado Reginaldo Sardinha (Avante). No dia 30 de maio, esta coluna trouxe a informação de que o atual líder do governo, distrital Cláudio Abrantes (PDT/foto), não deve permanecer no cargo ao retornar das férias. A postura do deputado, ninguém nega, é sempre cordial e de muita compreensão. Porém, o parlamentar deve ser remanejado para outra função.

Mudanças à vista II

Dos três cogitados, o novato Sardinha é um parlamentar inteligente, mas ainda gera uma “desconfiança” por parte de integrantes da base, além de pesar o fato de estar no primeiro mandato. Delmasso é um entendedor das normas da Casa e próximo ao governo, mas teria de se afastar da vice-Presidência para assumir o cargo, o que seria improvável. Já Agaciel continua sendo o mais provável pelo perfil mediador. O acúmulo de experiência do político também lhe dá vantagem, só que lidar com a forte renovação da CLDF pode não ser tão fácil.

Visão do líder

A assessoria do atual líder, Claudio Abrantes, informou que desconhece que nomes estejam sendo cogitados para substituí-lo. Ressaltou também que “a escolha do líder do governo na Câmara Legislativa do Distrito Federal é uma prerrogativa do governador”, e que, por parte do Abrantes, não há a intenção de deixar o posto. “Tendo em vista a boa relação com Ibaneis Rocha, no âmbito de uma parceria firmada desde antes da atual legislatura, e a condução dos trabalhos, não acredito nisso”, declarou em nota.

Los Angeles a trabalho

A viagem a Los Angeles do secretário Everardo Gueiros, que cuida das PPPs do governo, para participar de um evento com empresários e especialistas na área, procura tentar ‘vender’ ao exterior uma “nova dinâmica” de gestão compartilhada com a iniciativa privada. Servidores da secretaria que já trabalham com a PPPs desde janeiro têm aperfeiçoado o conhecimento com cursos e palestras. A intenção é intensificar o modelo que deve ser expandido pelo atual governo. A vontade está explícita: o GDF deve aumentar o número de PPPs que devem abranger atividades econômicas variadas.

Transbrasília

A tão sonhada obra de governos passados, a Transbrasília, está na mira do atual governo que já estuda a viabilidade de avançar o projeto. Documentos sobre a obra, que estavam parados desde 2017, foram recuperados por Gueiros que deve voltar a empenhar esforços para concretizar a construção. Vamos ver se, finalmente, sai do papel.

Varejo otimista

Amanhã é Dia dos Namorados, e a lembrança vem acompanhada do presente que se tornou algo costumeiro. Levantamento feito pelo Sindicato do Comércio Varejista, mostra que 77% das mulheres já se anteciparam e compraram o presente ainda neste fim de semana. Só que muitos homens (39%) deixaram as compras para a última hora. A baixa percentagem aumentou a confiança do Sindivarejista, que elevou a projeção inicial de aumento das vendas de 4,5% para até 6%. Aos que esqueceram, corram.


Você pode gostar
Publicidade