fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Do Alto da Torre

Leila Barros em defesa dos profissionais de saúde

“Cinco milhões de profissionais de Saúde foram convocados pelo Ministério da Saúde. O que o governo está fazendo pra recrutar essas pessoas?”

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Hylda Cavalcanti e Catarina Lima
(colaborou Cláudio Py)

A senadora Leila Barros (PSB-DF/foto) pediu ao ministro da Saúde, Nelson Teich, durante audiência virtual, informações sobre contratação e medidas que estão sendo adotadas para proteger profissionais recrutados pelo governo para o combate ao coronavírus.

Responsabilidade

“Cinco milhões de profissionais de Saúde foram convocados pelo Ministério da Saúde. O que o governo está fazendo pra recrutar essas pessoas?”, indagou ela. A senadora disse que os três poderes devem ter “responsabilidade com a vida, neste momento”.

Dia do Trabalhador

Entidades de todo o país, dentre as quais a CUT-DF e o Sinpro-DF, participam de Live pelo Dia do Trabalhador, hoje (1º), a partir das 11h30, organizada pelas centrais sindicais com a presença de artistas, sindicalistas e políticos de vários partidos.

Resposta

A mobilização também terá protestos contra Bolsonaro. “Queremos dar uma resposta contundente aos ataques desferidos contra a classe trabalhadora por esse governo e seus aliados no Congresso”, disse à coluna o presidente nacional da CUT, Sérgio Nobre.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

FAC regionalizado

A secretaria de Cultura e Economia Criativa lançou, quinta-feira (30), o FAC Regionalizado, que vai investir R$ 13milhões em pelo menos 195 projetos, em áreas como teatro, música, dança, circo e moda, entre outras, em oito macrorregiões do DF.

Maior valor

O secretário da pasta, Bartolomeu Rodrigues, contou que este é o maior valor já destinado pelo FAC às ações culturais em regiões de baixa renda. Segundo ele, é “mais uma demonstração de que não estamos de braços cruzados esperando a crise passar”.

Intermediação

A deputada distrital Jaqueline Silva (PTB) lembrou que intermediou junto ao GDF a preferência na contratação de micro e pequenas na confecção das máscaras que começam a ser distribuídas, visando à manutenção de empregos e para aquecer o setor.

‘Sei como é’

“Fui comerciante e sei o quanto um dia de portas fechadas representa para os pequenos. Já enfrentávamos uma crise com desempregados, agora precisaremos multiplicar os esforços para que os postos de trabalho sejam mantidos”, afirmou Jaqueline.

Crítica a Weintraub

Autor de um dos seis projetos em tramitação na Câmara dos Deputados para suspender o calendário do Enem, o deputado Professor Israel (PV-DF) criticou, de forma firme, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, pelas declarações que faz.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Enem

“O ministro não promove a igualdade de oportunidades e nem considera a enorme desigualdade social e educacional brasileira”, reclamou Israel. O projeto dele susta os editais de convocação do Enem e Enem digital, previstos para acontecerem em novembro.

Estatuto

O deputado Iolando Almeida (PSC) comemorou a aprovação pela CLDF do projeto de lei de sua autoria que institui o Estatuto da Pessoa com Deficiência no DF. O texto estabelece normas para a inserção dessas pessoas na vida econômica e social.

Equidade

Segundo o distrital, a proposta assegura o “exercício pleno e em condições de equidade das pessoas com deficiência”. De acordo com Iolando, o estatuto atualiza a legislação e os conceitos, permitindo total desenvolvimento das potencialidades destes cidadãos.

Fraco atendimento

O deputado Chico Vigilante (PT) vai encaminhar um requerimento ao GDF e ao MPT para pedir informações sobre empresa de limpeza terceirizada de Alagoas que atua no DF e tem apresentado problemas em vários hospitais e órgãos do sistema de Saúde.

Irregularidades

“As denúncias que recebemos são de que faltam sabão e álcool em gel para a limpeza correta das instalações atendidas pela empresa. E também que nem os trabalhadores contratados tiveram até hoje carteira assinada, nem receberam o salário em dia”, contou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nova portaria

O TJDFT alterou as medidas preventivas contra a covid-19. Segundo o tribunal, os prazos processuais e administrativos suspensos voltam a fluir a partir de segunda-feira (4), mas permanecem suspensos aqueles relativos a processos em meio físico.

Videoconferência

Quanto às audiências em 1º grau, o TJDFT também determinou que sejam feitas por videoconferência e somente quando for possível a intimação e a participação de partes e testemunhas. Sessões de julgamentos presenciais no 2ºgrau permanecem suspensas.

Contra a violência

Foi sancionada nesta quarta-feira (29) pelo governador do DF a Lei 6.560, que institui um protocolo para combate à violência contra a mulher no sistema de transporte público. O texto inclui o acionamento da polícia para qualquer tipo de abuso.

Direito das mulheres

A lei, de autoria da distrital Arlete Sampaio (PT), estabelece ainda que o conselho tutelar seja imediatamente mobilizado nestes casos. “Precisamos garantir o direito das mulheres à cidade e à mobilidade urbana de forma segura e protegida”, afirmou Arlete.

Coleta em condomínios

A CLDF aprovou em primeiro turno, esta semana, projeto do deputado João Cardoso (Avante) garantindo direito à coleta de lixo pelo SLU aos moradores de condomínios verticais que pagam IPTU e TLP regularmente no DF, mas não recebem este serviço.

Tratamento isonômico

Cardoso disse que ouviu síndicos e também a SLU sobre o tema. Segundo o deputado, o objetivo do texto é assegurar tratamento isonômico para os moradores destas áreas, que fazem tal pedido há anos. A coleta, entretanto, será feita mediante alguns critérios.

Sistema socioeducativo

O deputado distrital Fábio Felix (PSOL) chamou a atenção para a atuação dos servidores do sistema socioeducativo e do sistema prisional do DF em tempos de pandemia. “Eles estão trabalhando muito, são merecedores de homenagem”, afirmou.

Colapso

Felix também alertou para o colapso do sistema prisional do DF. “Temos 17 mil presos onde caberiam de 5 mil a 6 mil. E, em meio a esta pandemia, são mais de 200 casos de covid-19 confirmados sem que haja a urgência devida”, ressaltou.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade