fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Do Alto da Torre

Feira no gabinete

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Uma verdadeira feira montada sobre uma mesa na Câmara dos Deputados reuniu itens de beleza, maquiagem, xampu, escovas de cabelo, entre outros. Importados e nacionais. O convite para o “evento” que teria sido realizado no gabinete do deputado federal Delegado Waldir (PR-GO), sugeria que as clientes não deveriam passar vontade, somente o cartão.

Dia de vacina

O deputado distrital Ricardo Vale (PT) postou foto nas redes sociais, logo depois de ter tomado a vacina contra a gripe. E chamou a atenção dos grupos de risco que devem se vacinar nos postos da rede pública. Só não disse que ele não se encaixa em nenhum dos grupos chamados para a imunização: profissionais de saúde, professores, povos indígenas, gestantes, puérperas, crianças de seis meses a cinco anos, indivíduos com idade superior a 60, portadores de doenças crônicas e outras categorias de risco clínico, além da população privada de liberdade, funcionários do sistema prisional e adolescentes e jovens em cumprimento de medidas socioeducativas.

Passou na Transparência

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Comissão de Fiscalização, Governança, Transparência e Controle da Câmara Legislativa aprovou o projeto que cria Instituto Hospital de Base do DF. O parecer foi apresentado pelo deputado Agaciel Maia (PR), que, como já era de esperar, foi favorável à proposta do Executivo. Rodrigo Delmasso (Podemos) também. Robério Negreiros (PSDB) se absteve e apenas Celina Leão (PPS) foi contra. Agora, a polêmica deve, enfim, passar pela Comissão de Educação, Saúde e Cultura, amanhã, antes de ir a Plenário.

Parabéns!

Sexta-feira, é aniversário do deputado distrital Wasny de Roure (PT). E como é tradição entre os políticos, vai ter festão sim. O ingresso para a comemoração, que ocorre em uma galeteria tradicional da cidade, custa R$ 50, mas as bebidas não estão incluídas.

Supersalários na pauta

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Há acordo e o projeto que limita os salários dos empregados públicos do DF deve ser votado em Plenário hoje, na Câmara Legislativa.

Lira explica

Depois que divulgou o controverso relatório da CPI da Saúde, o deputado distrital Lira (PHS) tem sido bombardeado por questionamentos sobre o texto. Questiona-se a falta de menção ao atual secretário Humberto Fonseca, aos deputados investigados pelo Ministério Público e Polícia Civil, e ao que já chamam até de “maquiagem” dos achados da comissão. Ele diz que a CPI foi criada, a pedido dele, com a finalidade de investigar supostas irregularidades na Secretaria de Saúde, bem como identificar os problemas e apresentar soluções, “na medida do possível”. As respostas às críticas foram organizadas pelo gabinete dele, que é um dos deputados mais fiéis ao governador Rodrigo Rollemberg, em forma de tópicos, para esclarecer os pontos polêmicos do texto, que deve ser votado ainda esta semana no colegiado.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade