Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

Crimes humanizados

Conivência ou “humanização” dos pequenos crimes só levam a desgaste político, raciocina Alberto Fraga

Por Eduardo Brito 06/02/2024 7h15

Presidente da Frente Parlamentar da Segurança, o deputado brasiliense Alberto Fraga gostou muito, para não dizer adorou, a declaração do presidente Lula a favor de “humanizar os pequenos crimes”.

Para Fraga, “isso é brincar com a cara do cidadão”. Mas a satisfação se deve à consciência de que os mais prejudicados com “pequenos crimes” são os que estão nos estratos mais pobres da sociedade. Conivência ou “humanização” dos pequenos crimes só levam a desgaste político, raciocina o deputado.

De quebra, fortalece a tese de que governos de esquerda não sabem lidar com a segurança da população, até por tolerância com a criminalidade. Fraga foi nesta terça-feira, 6, para defender os discursos feitos na abertura dos trabalhos legislativos, tanto pelo Presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, quanto pelo Presidente da Câmara, Arthur Lira.

“Quando ouço o nosso presidente Arthur dizer que não somos carimbadores, ele está dizendo que vai ter que tomar uma providência, e isso fará com que nós, da Oposição, possamos cobrar alguma atitude contra o ditador da toga, chamado Alexandre de Moraes”. Fraga deduziu daí que “este ano será um ano melhor do que foi no passado e que a Oposição vai ser mais respeitada”.






Você pode gostar