Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

Ainda há tempo para Leila se definir

Ela acha que há muita água para rolar por baixo da ponte. “A eleição está distante e, assim, é prematuro especular sobre candidaturas”, diz Leila

Por Eduardo Brito 28/11/2023 8h43
Foto: Pedro França/ Agência Senado

As versões de que o governador Ibaneis Rocha poderia abrir mão de uma campanha fácil para o Senado e permanecer no cargo até o final do mandato ainda não afetaram os projetos da senadora Leila Barros.

Ela acha que há muita água para rolar por baixo da ponte. “A eleição está distante e, assim, é prematuro especular sobre candidaturas”, diz Leila.

“Minha preocupação e dedicação estão voltadas para o Senado, para as questões que impactam o estado e para o fortalecimento das bases do PDT do Distrito Federal”, completa.

Aumenta pena para feminicídio

A Comissão de Segurança Pública do Senado aprovou nesta terça-feira, 28, projeto da senadora Leila Barros aumenta penas para casos de feminicídios no Brasil. Sob a relatoria da senadora Dorinha, a proposição recebeu parecer favorável para prever a aplicação de aumento de um terço na pena para feminicídios praticados contra mães.

Atualmente, o Código Penal brasileiro prevê o aumento de pena apenas para o assassinato de mães de bebês com até três anos de idade. No entanto, a senadora Leila argumenta que a responsabilidade pelo crime deve ser aplicada independentemente da idade da criança.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar