Jornal de Brasília

Informação e Opinião

de Passagem

Cuide-se e cuide dos seus

Fique no cerrado, afinal ele é nossa casa…

Após 1 ano de pandemia, refúgios em meio a natureza são opções de isolamento social além de trazerem de volta a gostosa experiência de viajar. Em meio a decretos, quase que diários, o trade vem tentando oferecer hospedagens cada vez mais seguras. Acompanhamos de perto a movimentação dos empresários para adequarem seus empreendimentos em face das orientações da OMS e continuar recebendo viajantes de forma consciente e protetiva.

Nas últimas semanas, o André foi com a esposa e sua filhota conhecer uma proposta bem bacana na Chapada dos Veadeiros, e ele nos conta um pouco dessa experiência:

“A ideia central é se sentir dentro do cerrado, e nos chalés Flores do Cerrado essa sensação é nítida. São 6 chalés dispostos de forma bem privativa pela savana, todos com nomes sugestivos: Pequizeiro (fiquei nesse), Chuveirinho, Jasmim, Caliandra, Ipê Amarelo e Sempre Viva. Muito bem localizados, esses cantinhos de sossego, ficam entre Alto Paraíso e São Jorge. Me chamou a atenção o tipo de construção, muito inteligente e sustentável. Jaqueline e Rodrigo são biólogos e construíram tudo de forma muito harmônica com o meio ambiente.

Eles apostam (e já ganharam) na simplicidade e no conforto. Não existe extravagância no conceito. Você percebe que tudo ali tem o carinho deles, desde o ótimo colchão até a decoração minimalista. As roupas de cama são fantásticas, antes que eu esqueça de contar. O chuveiro tem água abundante e natural, abastecido pelo Rio das Cobras que passa bem pertinho dos chalés.

Nesse momento, não existe contato com outros hóspedes, cada família fica bem abrigada no seu mundinho verde e isso traz muita segurança. Nesse texto não vou descrever como é por dentro o chalé, vou fazer melhor e levar vocês para um Tour 360 de abrir um sorriso no canto da boca. Clique no link e viva um pouquinho dessa experiência: http://bit.ly/floresdocerradochales

Ainda existe uma experiência gastronômica envolvida. A noite, o anfitrião Rodrigo nos perguntou se preferíamos Caldo ou Crepe, fomos na segunda opção e não nos arrependemos. O café da manhã é um capítulo a parte, tudo delicioso e fresquinho servido dentro do chalé, ou ainda melhor, numa mesinha ao ar livre.

Você pode também investir em um chalé dentro da proposta. Além de ter um lugar para chamar de seu, quando não tiver usufruindo eles podem alugar gerando receita.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Café da manhã ao ar livre

Durante o fim de semana, aproveitamos para conhecer o Na Mata, um restaurante cheio de afeto comandado por uma das chefs mais conhecidas do quadradinho, Mara Alcamim. A pegada é nos reconectarmos com a terra através da gastronomia. O lugar é sensacional com muito aconchego e muito cerrado. O conceito “farm-to-table” fica bem evidenciado com verduras sendo defumadas e costelão assando lentamente na brasa. “

Mais uma vez convidamos vocês a viajarem de forma segura e consciente. Fique em casa, afinal o Cerrado é nosso Lar.

Serviço:


Flores do Cerrado
Instagram: @floresdocerradochales
Contato e Reservas: https://api.whatsapp.com/send?phone=+556296283566

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na Mata Restaurante
terra, alimento & calor
por @lucianafabrinoalcamim
chef @maraalcamim
qua a dom, 12h_18h
sáb até 20h
São Jorge | Chapada dos Veadeiros | GO
Infos⬇️linktr.ee/namatachapada






Você pode gostar