Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

Um final de semana na Stock Car Pro Series

Apaixonado por automobilismo, passei o final de semana acompanhado a maior categoria da América do Sul em Goiânia.

Por Aurélio Araújo 24/09/2021 10h50
Um final de semana na Stock Car Pro Series O acidente com 10 carros envolvidos determinou o final de semana na Stock Car. Foto: Divulgação.

Sempre fui fã da Stock Car, não é a primeira vez que digo isso por aqui. Desde pequeno frequentava o autódromo (morava pertinho da 306 norte) e ia andando até lá assistir os opalas rasgando o asfalto. Me afastei por um tempo, coisas da vida.

Mas nesse último final de semana revivi a emoção de ver os bruto novamente. Foi um final de semana intenso, com duas etapas e quatro corridas em Goiânia.Fiquei dentro dos boxes da equipe KTF, que possui quatro carros no grid, incluindo o Lucas Foresti que, desde o ano passado, venho acompanhando a carreira de perto. 

Eu no box da Equipe KTF conversando com o piloto Lucas Foresti. Foto: Arquivo pessoal.

Sexta, no treino livre, andei pelo paddock, passei pelo boxes e de quebra vi grandes nomes como Rubens Barrichello, Felipe Massa, Cacá Bueno,Tony Kanaan e até o multicampeão Ingo Hoffmann. Confesso que me senti em casa. A Stock Car Pro Series está cada vez mais profissional, com uma estrutura complexa e cada vez mais pilotos e equipes de peso. Para se ter uma ideia, em algumas tomadas de tempo, a diferença entre o primeiro e o último era pouco maior do que 1 segundo. Por isso, podemos afirmar que, com mais de 30 carros no grid,  a categoria é uma das mais competitivas do mundo. 

Se você duvida uma a imagem abaixo da chegada de uma das corridas:

 Decisão na linha de chegada por 0.010 segundos (10 milésimos) de segundo. Foto: Stock Car Pro Series.

Além da competitividade e da estrutura do evento, duas coisas também me chamaram atenção: Primeiro, Rubinho Barrichello é um monstro em Goiânia e as equipes em geral, depois do acidente na primeira largada de sábado, viraram a noite preparando os carros para domingo. Acompanhei de perto a KTF que ficou com 3 carros avariados e o time não parou até que estivesse tudo ok para o domingo. Impressionante!

Rubinho sai na pole e domina a primeira corrida do sábado em Goiânia. Foto: Divulgação.

Vamos ao Rubinho, ele acelerou nos treinos, passou por uma qualificação acirrada (foi o último do Q2) e subiu ao pódio no sábado como um dos maiores vencedores da categoria no circuito. Ele foi dominante na corrida 1 e extremamente competitivo ao longo de todo o final de semana. Mais uma vez, deixo aqui registrado o meu respeito e admiração ao nosso piloto.

O acidente com 10 carros envolvidos determinou o final de semana na Stock Car. Foto: Divulgação.

Mas o que chamou mesmo a atenção no sábado foi um acidente impressionante que determinou o resto do final de semana. Logo no início da corrida 1, um incidente na largada envolveu pelo menos 10 carros, entre eles, Tony Kanaan, Felipe Massa e o nosso Lucas Foresti. A maioria dos carros envolvidos no acidente, nem conseguiram participar da corrida 2 no sábado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nos boxes, em algumas equipes, o silêncio pairava. Os carros, que pareciam não ter solução, aguardavam seus destinos. Ao sair do autódromo tive minhas dúvidas se as máquinas voltariam à pista no dia seguinte. Mas o ponto é que o automobilismo, por mais que muitas vezes não pareça, é sim um esporte coletivo. Mecânicos e engenheiros atravessaram a madrugada, dedicados a cada detalhes e, quando retornei no domingo, os carros estavam de pé. Prontos.

No domingo tivemos duas corridas, uma delas em homenagem a uma marca impressionante. A Chevrolet completou 500 corridas no grid. Desde 1979, ininterruptamente, a marca esteve presente na maior categoria do automobilismo brasileiro. Tivemos homenagens a Paulo Gomes, Chico Serra e Ingo Hoffmann (juntos os três somam 19 títulos na categoria). Além disso,  todos os pilotos receberam medalhas comemorativas (até os que pilotam Toyota). 

Nas corridas de domingo, o anel externo mudou o traçado e deixou a competição mais rápida e emocionante. Parabéns a Stock Car pela decisão! Baixou o espírito Nascar e sempre à direita os pilotos aceleraram no asfalto com disputas emocionantes. 

Valeu cada segundo, já estava com saudade. Por isso, obrigado Stock Car, te vejo em breve em Brasília!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar