Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Blogs e Colunas

Após caso Doria, PSDB entra em nova autofagia

Por Leandro Mazzini 27/05/2022 10h36
Foto: Reprodução/Agência Brasil

Caciques tucanos e coordenadores da pré-campanha de Simone Tebet (MS) costuram para vencer a ala do deputado Aécio Neves (PSDB-MG) e emplacar o experiente senador e ex-governador Tasso Jereissati (PSDB-CE) na vice da chapa da terceira via. 

É o nome mais forte do partido, já que o ex-governador gaúcho Eduardo Leite está praticamente fora do páreo. Até a próxima semana, quando a Comissão Executiva Nacional do PSDB se reúne, dia 2, dirigentes dos dois partidos vão reforçar o convite para o senador, que permanece relutante. 

Um dos motivos citados pelos entusiastas da chapa Tebet-Tasso é a afinidade e entrosamento dos senadores. Também mencionam o bom trânsito do tucano na seara empresarial. 

O tucano também tem muito prestígio no Nordeste, onde caciques emedebistas boicotam a candidatura de Simone Tebet e já estão no palanque do ex-presidente Lula.








Você pode gostar